PARCEIROS NA EXPANSÃO DA AGROECOLOGIA EM SÃO PAULO

o caso das Organizações de Controle Social

Autores

  • Martin Mundo Neto Faculdade de Tecnologia de São Carlos (FATEC) – SP – Brasil
  • Raquel Fabbri Ramos Centro Paula Souza – CPS – São Paulo - SP - Brasil
  • Leonardo Dalla Antonia Faculdade de Tecnologia de São Carlos (FATEC) – SP – Brasil

Palavras-chave:

Transição Agroecológica, Assistência Técnica Rural, Agricultura Familiar

Resumo

Este artigo aborda as diferentes estratégias de parcerias estabelecidas por um conjunto de organizações parceiras do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) no processo de criação e consolidação de Organizações de Controle Social (OCSs) de agricultores familiares em processo de transição agroecológica. Os dados foram coletados com representantes do MAPA e das principais organizações parceiras por meio de entrevista utilizando um questionário semiestruturado. Foram identificados diferentes métodos de transição agroecológica adotados, sobretudo em relação aos aspectos relacionados a constituição das OCSs e as estratégias desenvolvidas para a sua consolidação. O modelo de assistência técnica rural baseado em editais ampliou o atendimento de um conjunto significativo de agricultores familiares, porém o horizonte de tempo garantido para as parcerias está limitado ao período de tempo de cobertura da chamada, havendo casos em que a falta de assistência técnica e de orientação sobre as estratégias de gestão das atividades, impõe restrições ao desenvolvimento das OCSs. A superação deste ponto ocorre em função da densidade da rede de atores sociais que interagem com as OCSs.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Referências

ATIERI, M. Agroecologia: bases científicas para uma agricultura sustentável. AS-PTA. Guaíba. Agropecuária, 2002.

_______. Agroecologia, agricultura campesina e soberania alimentar. Revista Nera, n. 16, pp.22-32, 2010

BAUER, Márcio André Leal; MESQUITA, Zilá. Organizações sociais e agroecologia: construção de identidades e transformações sociais. Rev. adm. empres., São Paulo , v. 48, n. 3, p. 23-34, set. 2008 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902008000300003&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 11 abr. 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902008000300003.

BOURDIEU, P. O Campo Econômico. Política & Sociedade, n. 6, 2005, pp. 15-57.

CAPORAL, F. R.; PETERSEN, P. Agroecologia e Políticas Públicas na América Latina: o caso do Brasil. Agroecologia 6, 63-74, 2012.

FLIGSTEIN, Neil. Habilidade social e a teoria dos campos. Rev. adm. empres., São Paulo , v. 47, n. 2, p. 61-80, jun. 2007 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902007000200013&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 12 abr. 2019

FLIGSTEIN, Neil; MCADAM, Doug (2012). A theory of fields. New York: Oxford University Press, 2012.

IBS – Instituto BioSistêmico (2019). Disponível em https://www.biosistemico.org.br/sobre/. Acesso em 07 fev. 2019.

LAURINO, Marcelo Silvestre. Produção Orgânica no Brasil. Material de divulgação. SINTAGRO Jales, outubro 2016. Disponível em http://www.fatecjales.edu.br/sintagro/images/material-palestras/producao-organica-brasil.pdf Acesso realizado em 08 out. de 2018.
LIMA, Filipe Augusto Xavier; VARGAS, Letícia Paludo. Alternativas socioeconômicas para os agricultores familiares: o papel de uma associação agroecológica. Revista Ceres, Viçosa, v.62, n.2, p. 159-166., mar-abr, 2015.

PACIFICO, Daniela A.; SOGLIO, Fabio Kessler Dal. Transicao para agricultura de base ecológica: um processo social. Rev. Bras. de Agroecologia. 5(2):50-64 (2010).

SANTOS, Christiane Fernandes dos; SIQUEIRA, Elisabete Stradiotto; ARAÚJO, Iriane Teresa de; MAIA, Zildenice Matias Guedes. A agroecologia como perspectiva de sustentabilidade na agricultura familiar. Ambiente & Sociedade, São Paulo v. XVII, n. 2 p. 33-52 abr.-jun. 2014.

SANTOS, Luiz Carlos Rebelatto dos. Regulamentação da Agricultura Orgânica no Brasil: Caminhos, “descaminhos” e sua contribuição na construção do sistema de comércio ético e solidário. Florianópolis, 2005.

SENAR – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (2019). https://www.cnabrasil.org.br/senar/atuacao. Acesso em 05 fev. 2019.

Publicado

30/06/2019

Como Citar

NETO, M. M.; RAMOS, R. F.; ANTONIA, L. D. PARCEIROS NA EXPANSÃO DA AGROECOLOGIA EM SÃO PAULO: o caso das Organizações de Controle Social. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 393-405, 2019. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/572. Acesso em: 26 out. 2020.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio