TIPOS DE ESCALAS PARA ANÁLISE DE SATISFAÇÃO ENTRE COLABORADORES

um estudo de caso em empresa no interior de São Paulo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v18i1.1080

Palavras-chave:

Clima Organizacional, Análise de Satisfação de Colaboradores, Empresa de Médio Porte, Escalas de Mensuração

Resumo

Os colaboradores são a peça mais importante da empresa, se eles não estão satisfeitos, isso pode prejudicar o crescimento de uma empresa, logo é muito importante saber como está a satisfação dos colaboradores. Para isso, existem vários tipos de testes e análises, mas escolher qual o melhor para uma determinada empresa é um desafio. Dito isso, o objetivo deste artigo é comparar os tipos de análises de satisfação aplicadas a colaboradores, utilizando como estudo de caso, uma empresa metalúrgica do interior do estado de São Paulo, e realizando na mesma, uma entrevista com um especialista da empresa. Analisaram-se quatro tipos de questionários, organizando-os em um quadro comparativo com características importantes para sua aplicabilidade, e com respectivas notas, afim de compará-los entre si. Com isso, obteve-se que o questionário com escala Likert é o melhor para a empresa estudo de caso, no sentido de mensurar as respostas de forma mais assertiva e facilidade em sua aplicabilidade, servindo de base para futuros estudos em clima organizacional com uso de questionários para satisfação do colaborador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, J. Net Promoter Score: Ferramenta de apoio às decisões estratégicas de marketing de serviços. 2014, 20 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração) – Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2014. Disponível em: PDF - Jadeilton de Almeida.pdf (uepb.edu.br). Data de acesso: 18 nov. 2020.

BAROM, W. C. C. Integração latino-americana e consciência histórica: a noção de pertencimento latino-americano de jovens brasileiros no ano de 2013. 2017, 253 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2017. Disponível em: TEDE: INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA E CONSCIÊNCIA HISTÓRICA: A noção de pertencimento latino-americano de jovens brasileiros no ano de 2013 (uepg.br). Data de acesso: 20 nov. 2020.

BERMUDES, W. L.; SANTANA, B. T.; BRAGA, J. H. O.; SOUZA, P. H. Tipos de escalas utilizadas em pesquisas e suas aplicações. Vértices, Campos dos Goytacazes, v. 18, n. 2, p. 7-20, 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.19180/1809-2667.v18n216-01. Data de acesso: 20 nov. 2020.

CHIAVENATO, Introdução à teoria geral da administração. 9.ed. Editora Manole, 2014

CUNHA, L. M. Modelos Rasch e Escalas de Likert e Thurstone na medição de atitudes. 78 f. 2007. Dissertação (Mestrado em Probabilidades e Estatística). Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal, 2007.

FERREIRA, S. C. S. F. A cultura organizacional e suas contribuições. Universidade Candido Mendes, 2012.

PASSOS, M. F. D. Elaboração e validação de escala de diferencial semântico para avaliação de personalidade. 135 f. 2014. Tese (Doutorado em Psicologia). Universidade de Brasília. Brasilia, 2014.

SANTANA, J. K. S. Implantação da metodologia net promoter score em uma microempresa. 2016. 59 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração) – Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, 2016. Disponível em: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/12243. Data de acesso: 15 nov. 2020.

SANTANA, J. K. S. Implantação da metodologia Net Promoter Score em uma microempresa, 2016.

SANTOS, C. M.; VIEIRA, D.; HENKE, F. S.; CICHELLO, N. P. C.; BAIAO, T. M. S.; CUNHA, M. A. A importância da motivação no ambiente de trabalho. Revista Aten@, v. 1, 2016. Disponível em: http://periodicosunimes.unimesvirtual.com.br/index.php?journal=gestaoen egocios&page=index. Data de acesso: 22 nov. 2020.

SANTOS, M. R.; CODA, R.; MAZZALI, L. Clima organizacional e desempenho financeiro. Revista Universo Contábil, v. 6, n 2, abril-junho, 2010.

Downloads

Publicado

30/07/2021

Como Citar

RODRIGUES, R. V. P.; LEMOS, S. V. TIPOS DE ESCALAS PARA ANÁLISE DE SATISFAÇÃO ENTRE COLABORADORES: um estudo de caso em empresa no interior de São Paulo. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 18, n. 1, p. 644-655, 2021. DOI: 10.31510/infa.v18i1.1080. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/1080. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Pós-Graduação em Gestão da Produção Industrial