ANÁLISE DE SUSTENTABILIDADE EM UMA UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE CARNE NO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA, SÃO PAULO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v19i2.1418

Palavras-chave:

Pecuária, Desenvolvimento, Meio Ambiente

Resumo

O crescimento da pecuária especificamente no Brasil tem sido palco de algumas discussões, especialmente sobre a manutenção da sustentabilidade nos processos desde o abatimento até a produção de produtos cárneos. Diante dessa realidade, o objetivo dessa pesquisa é analisar o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) de uma unidade de beneficiamento de carne na cidade de Taquaritinga, interior do estado de São Paulo. A metodologia utilizada foi Revisão de Literatura e pesquisa em campo. Foram consultados artigos e realizadas análises com os responsáveis da beneficiadora para entendimento das práticas sustentáveis utilizadas.  Os resultados mostram que a indústria de carne vem crescendo e ganhando cada vez mais destaque, no entanto é preciso que haja fiscalização já que essas atividades assim como muitas tendem a impactar o meio ambiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Geisa Mamédio da Silva, Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (Fatec) – Taquaritinga – SP – Brasil

Farmacêutica, formada pela Faculdade Uniesp de Taquaritinga em 2008 e graduada em Tecnologia da Produção Industrial pela Fatec Taquaritinga em 2021. Trabalho como farmacêutica na Vigilância Sanitária de Taquaritinga, atuando no setor de fiscalização de serviços e saúde e fabricantes de produtos sujeitos a regulação sanitária.

Stella Vannucci Lemos, Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (Fatec) – Taquaritinga – SP – Brasil

Graduada em Engenharia Agronômica pela Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP Botucatu (2011), graduada em Administração pela Estácio (2021), mestre em Energia na Agricultura pela Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP Botucatu (2014) e doutora em Administração pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto - USP (2021). Tem experiência nas áreas de administração, engenharia agronômica, engenharia florestal, zootecnia e engenharia de produção. Atualmente é orientadora dos Agentes Locais de Inovação (ALIs) do SEBRAE-SP, atuando como bolsista CNPq em projetos de extensão.

Referências

ABIEC – Associação das Indústrias Exportadoras de Carnes. Beef Report: perfil da pecuária no Brasil 2020. 2020, 49 p. Disponível em: https://www.cicarne.com.br/wp-content/uploads/2020/05/SUM%C3%81RIO-BEEF-REPORT-2020_NET.pdf. Data de acesso: 05 dez. 2021.

AGENDA 2030. Os ODS. 2019. Disponível em: http://www.agenda2030.com.br/os_ods/. Data de Acesso: 2 fev. 2022.

ALMEIDA, J.R. et al. Política e planejamento ambiental. 3ª Ed, Rio de Janeiro: Thex Ed. 2004.

BARBIERI, J. C. Desenvolvimento sustentável: das origens à agenda 2030. São Paulo: Editora Vozes, 2020.

BELLEN, H. M. V. Indicadores de sustentabilidade: Uma análise comparativa. 2º. ed., Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2006.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Data de Acesso: 25 jan. 2022.

IPEA. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. 2019. Disponível em: https://www.ipea.gov.br/ods/ods10.html. Acesso em: 20 mar. 2022.

KRONEMBERGER, D. M. P. Os desafios da construção dos indicadores ODS globais. Ciência e Cultura, v. 71, n.1, 2019. Disponível em: http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0009-67252019000100012. Data de Acesso: 25 jan. 2022. DOI: https://doi.org/10.21800/2317-66602019000100012

MAPA. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Relatório de Gestão. Exercício 2020. Disponível em: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/acesso-a-informacao/transparencia/2020/relgest2020.pdf. Acesso em: 2 mar. 2022.

MARTINELI, S. S.; CAVALLI, S. B. Alimentação saudável e sustentável: uma revisão narrativa sobre desafios e perspectivas. Ciênc. Saúde Coletiva, n. 24, v. 11. 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-812320182411.30572017. Data de Acesso: 24 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-812320182411.30572017

OLIVEIRA, B. R. A. Organizações sociais de produção e sustentabilidade: um estudo de caso no setor frigorífico. 2017. 53 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Administração) - Universidade de Brasília. Brasília, 2017.

SANTOS, G. F.; WEBER, A. L. Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social Empresarial: uma análise entre a teoria e a prática. Desenvolvimento em Questão, v. 18, n. 51, p. 247–267. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.21527/2237-6453.2020.51.247-267. Data de Acesso: 20 jan. 2022. DOI: https://doi.org/10.21527/2237-6453.2020.51.247-267

SEBRAE. Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas. Classificação das Micro e Pequenas Empresas de Acordo com o Número de Funcionários. 2018. Disponível em: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/sp/sebraeaz/pequenos-negocios-em-numeros,12e8794363447510VgnVCM1000004c00210aRCRD. Data de Acesso: 2 jan. 2022.

SELEME, R.; STADLER, H. Controle da Qualidade: as ferramentas essenciais. Curitiba. InterSaberes, 2012.

SILVEIRA, L. M. da.; PETRINI, M. Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social Corporativa: uma análise bibliométrica da produção científica internacional. Ges. Prod. v. 25, n. 1, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/gp/a/3kLgZ3vwHpfXGnDwRbyj8mG/?lang=pt. Acesso em: 20 jan. 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/0104-530x3173-16

Downloads

Publicado

20/12/2022

Como Citar

DA SILVA, G. M.; LEMOS, S. V. ANÁLISE DE SUSTENTABILIDADE EM UMA UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE CARNE NO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA, SÃO PAULO. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 19, n. 2, p. 514–523, 2022. DOI: 10.31510/infa.v19i2.1418. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/interfacetecnologica/article/view/1418. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio

Métricas