A ECOLOGIA INDUSTRIAL COMO INSTRUMENTO NA BUSCA PELA SUSTENTABILIDADE

Autores

  • Natiele Dias da Silva Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • André Luiz Oliveira Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil https://orcid.org/0000-0001-9014-5833

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v15i2.469

Palavras-chave:

Meio ambiente, Produção mais limpa, Desenvolvimento sustentável

Resumo

A ecologia industrial se apresenta como um importante instrumento na busca pela sustentabilidade, uma vez que tem como princípios não somente a utilização correta e racional de insumos (produção mais limpa, adoção de ecoeficiência, dentre outras ferramentas), mas também a correta gestão dos resíduos sólidos. Utilizando-se como metodologia uma revisão bibliográfica sobre o tema, o objetivo deste estudo foi evidenciar a importância da Ecologia Industrial no contexto empresarial. As empresas que se valem das diretrizes da ecologia industrial em seus processos produtivos experimentam ainda outros benefícios, como a utilização do reconhecimento de “empresa socialmente responsável” como eficaz estratégia de marketing, gerando reflexos das mais diversas ordens, como por exemplo, agregar valor à marca por meio do reconhecimento público oriundo de  desempenho financeiro aliado a uma mentalidade produtiva sustentável e responsabilidade social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ALMEIDA, C. M. V. B. de; GIANNETTI, B. F. Ecologia industrial: conceitos, ferramentas e aplicações. São Paulo: Edgard Blucher, 2006.
B3. BRASIL BOLSA BALCÃO. B3 divulga a 13° carteira do ISE –Indice de Sustentabilidade Empresarial, BM&FBOVESPA. Mercado Financeiro – Publicações . Disponível em :< https://www.isebvmf.com.br/b3-divulga-a-13-carteira-do-ise-indice-de-sustentabilidade-empresarial/?locale=pt-br> Acesso em 10/08/2018
BARBIERI, José Carlos. Gestão Ambiental Empresarial: Conceitos, Modelos e Instrumentos. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2016.
CAMPANER, E.C.S & SILVA,H.H. R. Gestão Ambiental e Responsabilidade Social: Uma Questão Passageira? Universidade Unisalesiano .III Encontro Científico e Simpósio de Educação UNISALESIANO.
CMMAD – Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. Nosso futuro comum. 2a ed. Tradução de Our common future. 1a ed. 1988. Rio de Janeiro : Editora da Fundação Getúlio Vargas, 1991.
ERCKMAN,S; FRANCIS,C; RAMESH,R . Ecologia Industrial: Uma Agenda para a Evolução do Sistema Industrial. São Paulo . Instituto Polis .2005.88p.( Caderno para Proposições do Século XXI). Disponível em: http://www.bibliotecadigital.abong.org.br/bitstream/handle/11465/390/POLIS_ecologia_industrial_uma_agenda_para_educa%E7%E3o.pdf?sequence=1 Acesso em 30/08/2018.
GAMA , Marcio. Blog Sustentabilidade em Ação Marcio Ambiental . Ecossistemas Industriais – Evolução Sistemas Produtivos . Brasil , Março 2010. Disponível em : https://marcioambiental.wordpress.com/2010/03/17/ecossistemas-industriais-evolucao-de-sistemas-produtivos/ > Acesso em 01/08/2018
GIANETTI,F.B et al. Implantação de Eco – Tecnologias rumo à Ecologia Industrial. Gestão da Produção. Scielo. RAE Eletrônica . vol. 2, n°.1 ,São Paulo – June 2003. Disponível em : <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-56482003000100011&lang=pt > Acesso em 20/08/2018.
INSTITUTO ETHOS de Empresas e Responsabilidade Social . Incentivo a Gestão Empresarial Socialmente Responsável . Organização - Meio Ambiente .São Paulo.Disponível em :< https://www3.ethos.org.br/conteudo/gestao-socialmente-responsavel/meio-ambiente/#.W6DuWs5KjIX> Acesso em : 09/08/2018 .
INSTITUTO ETHOS de Empresas e Responsabilidade Social. Perguntas freqüentes. São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.ethos.org.br/DesktopDefault.aspx?TabID=3344&Alias=Ethos&Lang= > Acesso em: 10/07/2018
ISE- Indíce Sustentabilidade Empresarial . Centro de Estudo em Sustentabilidade , Fundação Getúlio Vargas – EAESP. O que é ISE ? Disponível em : https://www.isebvmf.com.br/o-que-e-o-ise?locale=pt-br Acesso em : 21/07/2018.
JUNIOR, S.F.G ; GOMES,A.R . As Vantagens da Sustentabilidade Empresarial . Revista INGEPRO – Inovação , Gestão e Produção. Vol.02 , n.°6 . Agosto de 2010. Disponível em :< http://ingepro.com.br/Publ_2010/Agost/286-787-1-PB.pdf> Acesso em 15/07/2018
KRAVCHENKO,G.A; PASQUALETO,A; FERREIRA,E.M. Aplicação de Princípios da Ecologia Industrial nas Empresas Moveleiras. Artigo Técnico – Scielo .Engenheira . Sanitária Ambiental, vol.21, n°2, Rio de Janeiro , Abril/Junho 2016. Disponível em : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-41522016000200283 Acesso em : 23/08/2018
MARINHO, M; KIPERSTOK,A. Ecologia Industrial e Prevenção da Poluição : Uma contribuição ao debate regional . Bahia Análise & Dados – Salvador .BA, SEI vol.10, n°4, p 271.279, Março 2001. Disponível em : http://teclim.ufba.br/site/material_online/publicacoes/pub_art10.pdf Acesso em : 15/06/2018
NETO, et al. Princípios e Ferramentas da Produção Mais Limpa : Um Estudo Exploratório em Empresas Brasileiras .Scielo RAE Eletrônica . Gestão da Produção, vol.2,n°.2, São Carlos . June 2015, Disponível em :< http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2015000200326&lang=pt> Acesso em : 15/07/2018
REVISTA ÉPOCA . HERRERO. T. Blog do Planeta . Prêmio Época Empresa Verde: As Empresas Responsáveis com o Planeta 2015. Disponível em: https://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/blog-do-planeta/noticia/2015/10/empresas-responsaveis-com-o-planeta-de-2015.html Acesso em : 20/08/2018
SARTORE, M.S . O Mercado Socialmente Responsável . Universidade Estado de São Paulo. FCLAR REDD. Revista Espaço Diálogo e Desconexão . Araraquara , v.4, n°2, Jan/Jul. 2012. Disponível em : <https://periodicos.fclar.unesp.br/redd/article/download/5185/4250> Acesso em : 18/07/2018
PNUMA. Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente . PNUMA no Brasil. 2014. Disponível em:<http.www.pnuma.org.br/interna.php/id=44>. Acesso em: 01/09/2018
SENAI – Instituto Inovação e Tecnologia . SENAI /RS Instituto de Tecnologia Couro e Meio Ambiente. Centro Nacional de Tecnologias Limpas (CNTL) . Departamento Regional Porto Alegre – Brasil. Disponível em : http://institutossenai.org.br/conteudo/cntl Acesso em: 09/08/2018.
SOUZA, M.T.S; RIBEIRO,H.C.M; Sustentabilidade Ambiental: Uma meta –Análise da Produção Brasileira em Periódicos de Administração. Revista Administração Contemporânea .Scielo . ANPAD – RAC, Rio de Janeiro, vol.17,n°3,art 6,p.p 368-396 Maio/Junho 2013. Disponível em : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552013000300007 Acesso em : 11/07/2018
TACHIZAWA, T. Gestão ambiental e responsabilidade social corporativa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

TREVISAN, M. et al. Ecologia Industrial , Simbiose Industrial e Ecoparque Industrial: Conhecer para Aplicar. Revista Eletronica Sistema & Gestão. V.11, n°2 . Ano 2016. Disponível em : < http://www.revistasg.uff.br/index.php/sg/article/view/993/430> Acesso em : 01/07/2018

Downloads

Publicado

30/12/2018

Como Citar

SILVA, N. D. da; OLIVEIRA, A. L. A ECOLOGIA INDUSTRIAL COMO INSTRUMENTO NA BUSCA PELA SUSTENTABILIDADE. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 220–231, 2018. DOI: 10.31510/infa.v15i2.469. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/interfacetecnologica/article/view/469. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Tecnologia em Produção Industrial

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)