INTERAÇÃO ESCOLA FAMÍLIA E O ESTUDO DA MATEMÁTICA NO DIA A DIA DAS PESSOAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v20i1.1560

Palavras-chave:

Escola-comunidade, Família, Interação

Resumo

A escola é um espaço onde diversas pessoas expõem suas opiniões e formam sua identidade. O processo de formação de uma escola se dá por meio de luta por direito de todos que a compõe. As instituições de ensino são compostas pela comunidade do seu entorno, e esta integração entre escola, família e o estudo da matemática no dia a dia das pessoas, irá definir a identidade da mesma, de acordo com a cultura a identidade de cada um. A participação da comunidade e da família entra neste contexto como elemento de mediação entre a escola e o aluno, sendo estes os principais elementos responsáveis pela educação do aluno. A falta de participação declara muitas vezes a falta de interesse das famílias perante a educação dos filhos, e esta responsabilidade não pode ser jogada à escola ou aos professores. Mas esta participação principalmente no processo pedagógico dos alunos num processo onde se se utiliza o método do raciocínio lógico através de cálculos financeiros e matemáticos, contribui para bons resultados e a garantia de educação com mais qualidade, contribuindo também para o melhor rendimento escolar do aluno e o melhor andamento da instituição no processo de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

BARBOSA, Maria Carmem Silveira; HORN, Maria da Graça Souza. Comunidade de aprendizagem in Projetos Pedagógicos na Educação Infantil. Porto Alegre: Artmed, 2008. p.85 - 92.

BENCINI, Roberta; pais que seguem de perto a rotina. Nova Escola. Vol. 206. ANO XXII. Out. 2007. p. 109-111.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

BRASIL. Ministério da Educação. Pisa 2018 revela baixo desempenho escolar em Leitura, Matemática e Ciências no Brasil. 2019. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/ultimas-noticias/211-218175739/83191-pisa-2018-revela-baixo-desempenho-escolar-em-leitura-matematica-e-ciencias-no-brasil. Acesso em: 15 jan. 2023.

BRASIL. Ministério da Educação. Os índices estão estagnados desde 2009, apesar de os investimentos em educação básica terem dobrado no período. 2019. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/ultimas-noticias/211-218175739/83191-pisa-2018-revela-baixo-desempenho-escolar-em-leitura-matematica-e-ciencias-no-brasil. Acesso em: 15 jan. 2023.

CANIVEZ, Patrice. Educar o cidadão? Campinas: Papirus, 1991.

CARNEIRO, Moacir Alves, LDB Fácil: Leitura Crítico Compreensiva Artigo a Artigo. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

FALKEMBACK, Elza Maria Fonseca. Planejamento Participativo: uma maneira de pensá-lo e encaminhá-lo como base na escola, In VEIGA, Ilma P. Alencastro; et al. Projeto Político-Pedagógico da Escola: Uma construção possível. 15. ed. Campinas-SP: Papirus, 2002.p. 131-141.

GENTILE, Paola. Escola e família todos aprendem com esta parceria. Nova Escola. 2006. Vol. 193. ANO XXI. Jun/Jul. 2006.p. 35-39.

GOMES, M. L. M. História do Ensino da Matemática: uma introdução. Belo Horizonte: CAED-UFMG, 2012.

GUTIERREZ, Gustavo, CATANI, Afrânio Mendes. Participação e gestão escolar: conceitos e potencialidades In FERREIRA, Naura S. Carapeto. Gestão Democrática da Educação: Atuais tendências novos desafios. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2006. p. 59-75.

OLIVEIRA, J. S. B.; ALVES, A. X.; NEVES, S. S. M. História da Matemática: contribuições e descobertas para o ensino-aprendizagem de matemática. Belém: SBEM, 2008 ROSA, M.; OREY, D. C.. Raízes históricas do programa etnomatemática. Revista da Sociedade Brasileira de Educação Matemática. Educação Matemática em Revista. Ano 12, n. 18-19, p. 5-13, 2005

PARO, Vitor Henrique. Gestão Democrática da Escola Pública. 3. ed. São Paulo: Ática, 1997.

PRADO, Ricardo. A mãe de todas as soluções. Nova Escola. ANO XVII vol. 157. Nov. 2002. p.45-46.

SANTIAGO, Anna Rosa Fontella. Projeto Político-Pedagógico e organização curricular: desafios de um novo paradigma. In As dimensões do Projeto Político Pedagógico. 2. ed. Campinas-SP: Papirus, 2003. p. 141-173.

SANTIAGO, Anna Rosa Fontella. Projeto Político-Pedagógico da escola: desafios à organização dos educadores. In: Projeto Político-Pedagógico da Escola: Uma construção possível. 15.ed. Campinas-SP: Papirus, 2002.

SOUZA, José Vieira; CORRÊA, Juliane. Projeto Pedagógico: A autonomia construída no cotidiano da escola. In Gestão da escola desafios a enfrentar. Petrópolis, RJ: DP&A, 2007.

SILVEIRA, Marisa Rosâni Abreu da. Matemática, discurso e linguagens: contribuições para a educação matemática. São Paulo: Livraria da Física, 2015.

SILVEIRA, Marisa Rosâni Abreu da. Jogos de linguagem entre professor e alunos: possibilidades de aprender e ensinar matemática. Unión (San Cristobal de La Laguna), v. 50, p. 78-91, 2017.

SILVA, Jair Militão. A necessidade de sujeito para uma verdadeira autonomia. In A autonomia da escola pública. 6.ed. Campinas-SP: Papirus, 2002.

VEIGA, Ilma A. Passos; et al. Projeto Político-Pedagógico da Escola: Uma construção possível. 15.ed. Campinas-SP: Papirus, 2002.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Projeto Político-Pedagógico da escola: Uma construção possível. Campinas: Papirus, 1995.

VEIGA, Ilma A. Passos; FONSECA, Marília; et al. As dimensões do Projeto Político-Pedagógico. 2. ed. Campinas-SP: Papirus, 2003.

VIEIRA, Sofia Lerche; ALBUQUERQUE, Maria G. Menezes. Política e planejamento educacional. 3. ed. Fortaleza , Demócrito Rocha, 2002.

VIEIRA, Sofia Lerche; PENIN, Sonia T. SOUZA; et al. Gestão da Escola: Desafios a Enfrentar. Petrópolis, RJ: DP&A, 2007.

Downloads

Publicado

30/06/2023

Como Citar

AUGUSTO, E. A. INTERAÇÃO ESCOLA FAMÍLIA E O ESTUDO DA MATEMÁTICA NO DIA A DIA DAS PESSOAS. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 20, n. 1, p. 214–225, 2023. DOI: 10.31510/infa.v20i1.1560. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/interfacetecnologica/article/view/1560. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Tecnologia em Gestão Empresarial

Métricas