JOGOS DIGITAIS E A INDÚSTRIA BRASILEIRA

o caso da Wildlife Studios e seu popular jogo Sniper 3D para dispositivos móveis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v18i2.1176

Palavras-chave:

Jogos digitais, Entretenimento, Dispositivos móveis, Mercado potencial

Resumo

Impulsionados pela Internet e pela evolução e popularização dos smartphones, os jogos digitais estão crescendo em ritmo acelerado e já se tornaram o setor de maior rentabilidade da indústria do entretenimento em escala global. Sendo assim, este estudo procura avaliar a influência dos jogos digitais entre as pessoas, mais especificamente em relação ao perfil dos jogadores brasileiros, avaliando, inclusive, os gêneros e plataformas mais utilizados, bem como as empresas que lideram o mercado em termos de faturamento e reconhecimento mundial. Neste sentido, o estudo se aprofunda na realidade das empresas brasileiras, trazendo, como estudo de caso, a desenvolvedora Wildlife Studios, que desde sua criação em 2011, já conseguiu emplacar vários jogos de sucesso, com destaque para o seu principal jogo, chamado “Sniper 3D”, que atualmente possui mais de 500 milhões de downloads em plataformas para dispositivos móveis, o que a fez crescer exponencialmente ao longo dos últimos anos, sendo hoje uma das empresas mais valiosas do mundo neste segmento. O que se verifica, a partir deste estudo, é que, embora o mercado de jogos ainda seja liderado por gigantescas chinesas, estadunidenses ou japonesas, o Brasil apresenta um alto índice de crescimento, possui empresas que já faturam milhares de dólares anualmente e tem potencial para crescer cada vez mais neste universo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ALI, Aran. Here's what happens every minute on the Internet in 2020. Visual Capitalist, 15 set. 2020. Disponível em: < https://www.visualcapitalist.com/every-minute-internet-2020/ >. Acesso em: 29 maio 2021.

ANDROID and Google Play statistics. AppBrain, 2021. Disponível em: < https://www.appbrain.com/stats >. Acesso em: 29 maio 2021.

APP STORE. Apple, 2021. Disponível em: < https://www.apple.com/br/app-store/ >. Acesso em: 29 maio 2021.

FLAUSINO, Rodrigo. Conheça algumas empresas brasileiras que são destaque no desenvolvimento de jogos. Select Game, 22 dez. 2020. Disponível em: < https://bit.ly/3v4I7Cw >. Acesso em: 8 jun. 2021.

HOOTSUITE. Digital 2021. Disponível em: < https://wearesocial.com/digital-2021 >. Acesso em: 28 maio 2021.

INGIZZA, Carolina; Guilherme, Guilherme; AGRELA, Lucas. O fantástico mercado dos games. Exame, 16 mar. 2021. Disponível em: < https://bit.ly/3pwnxtT >. Acesso em: 7 jun. 2021.

LARGUI, Nathália. Com pandemia, mercado de games cresce 140% no Brasil, aponta estudo. Valor Investe, São Paulo, 23 jan. 2021. Disponível em: <https://glo.bo/3g1iQVB>. Acesso em: 8 jun. 2021.

MINISTÉRIO DA CULTURA. II Censo da Indústria de Jogos Digitais. Brasília: Ministério da Cultura - Secretaria da Economia Criativa, 2018. Disponível em: < https://bit.ly/34TubAQ >. Acesso em: 5 jun. 2021.

NAISBITT, John. High Tech, High Touch: a tecnologia e a nossa busca por significado. 3 ed. São Paulo: Cultrix, 2006.

PGB. Pesquisa Game Brasil 2021. Disponível em: < https://www.pesquisagamebrasil.com.br/pt/ebooks/ >. Acesso em: 22 maio 2021.

POR DENTRO da Wildlife, o unicórnio global nascido no Brasil. StartSe, 1 fev. 2021. Disponível em: < https://bit.ly/3cKc8BF >. Acesso em: 7 jun. 2021.

SCHMIDT, Eric. COHEN, Jared. A nova era digital: como será o futuro das pessoas, das nações e dos negócios. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2013.

SUPER DATA. 2020 Year in Review. Super Data, 2021. Disponível em: < https://bit.ly/3x6UQ9d >. Acesso em: 6 jun. 2021.

YONEZAWA, Bruno. Indie: 7 estúdios brasileiros que você precisa conhecer. IGN Brasil, 13 abr. 2021. Disponível em: < https://bit.ly/35dF4xL >. Acesso em: 8 jun. 2021.

Downloads

Publicado

20/12/2021

Como Citar

ALEGRE NETO, W.; HENRIQUE DEL VECHIO, G. JOGOS DIGITAIS E A INDÚSTRIA BRASILEIRA: o caso da Wildlife Studios e seu popular jogo Sniper 3D para dispositivos móveis. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 18, n. 2, p. 28–39, 2021. DOI: 10.31510/infa.v18i2.1176. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/interfacetecnologica/article/view/1176. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Tecnologia em Informática

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)