O USO DA INTELIGÊNCIA COMERCIAL COMPETITIVA EM FAVOR DO CRESCIMENTO EMPRESARIAL E DA TOMADA DE DECISÕES ESTRATÉGICAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v17i2.971

Palavras-chave:

Inteligência comercial, competitividade, Gestão, Processos, Business inteligence, Competitiviness, Management, Processes

Resumo

O mercado está cada vez mais acirrado, fruto de novas marcas, produtos, serviços e tecnologias constantemente lançadas ou inauguradas. Ser capaz de se antecipar aos seus desafios, identificar oportunidades e ter ofertas mais alinhadas à demanda de consumidores não é um diferencial, mas sim uma necessidade para as empresas sobreviverem e progredirem. Posto desta forma, este estudo procura avaliar o conceito de Inteligência Comercial Competitiva e quais suas vantagens no sentido de integrar departamentos, compartilhar informações, se conectar ao público ou, ainda, oferecer uma base sólida de dados para a tomada de decisões gerenciais. Para verificar a pertinência do conceito, o estudo apresenta entrevistas realizadas com gestores experientes de empresas de diferentes segmentos, a fim de analisar como eles empregam, na prática, a Inteligência Comercial Competitiva. O que se nota, a partir deste estudo, é que quanto mais as empresas utilizam conceitos inteligentes de gestão, mais elas podem se beneficiar tanto em termos de crescimento de mercado quanto no alinhamento de produtos e serviços mais bem elaborados às demandas dos consumidores potenciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABPMP. BPM CBOK: guia para o gerenciamento de processos de negócio. ABPMP, 2013. Disponível em: < https://bit.ly/2M0B0ai >. Acesso em: 27 maio 2020.

BERGERON, Pierrete; HILLER, Christine A. Competitive intelligence. Annual review of information science and technology, v. 36, n. 1, p. 353-390, 2002. Disponível em: < https://bit.ly/2LrBwOo >. Acesso em: 13 maio 2020.

DORNELAS, José. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. 6 ed. São Paulo: Empreende/Atlas, 2016.

DRUCKER, Peter F. Inovação e espírito empreendedor: prática e princípios. São Paulo: Cengage Learning, 2015.

GONÇALVES, José E. L. As empresas são grandes coleções de processos. Revista de Administração de Empresas, v.40, n. 1, p. 6-19, jan/mar. 2000. Disponível em: < https://bit.ly/2SVxmCv >. Acesso em: 10 maio 2020.

KEEN, Peter G. The process edge. Cambridge: Harvard Business School Press, 1997.

O QUE é inteligência competitiva? Sebrae, s.d. Disponível em: < https://bit.ly/2xRlyK8 >. Acesso em: 11 maio 2020.

SEBRAE. Causa mortis: o sucesso e o fracasso nas empresas nos primeiros cinco anos de vida. Sebrae, jul. 2014. Disponível em: < https://bit.ly/2M2Xsj7 >. Acesso em: 27 maio 2020.

TRIVIÑOS, Augusto N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 2017.

Downloads

Publicado

18/12/2020

Como Citar

POLISEL, U.; DEL VECHIO, G. H. O USO DA INTELIGÊNCIA COMERCIAL COMPETITIVA EM FAVOR DO CRESCIMENTO EMPRESARIAL E DA TOMADA DE DECISÕES ESTRATÉGICAS. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 474-486, 2020. DOI: 10.31510/infa.v17i2.971. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/971. Acesso em: 1 ago. 2021.

Edição

Seção

Tecnologia em Gestão Empresarial