PENSAMENTO COMPUTACIONAL COMO ESTRATÉGIA PARA ELICITAÇÃO DE REQUISITOS EM DOCUMENTOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v17i2.891

Palavras-chave:

Ambientes Interativos de Aprendizagem, Engenharia de Software, Elicitação de Requisitos

Resumo

A elicitação de requisitos é a primeira etapa da engenharia de requisitos com o objetivo de buscar, levantar, elaborar, negociar, especificar e verificar os serviços e restrições de um sistema. Existem várias técnicas para elicitar requisitos, incluindo análise de documentos. Apesar das vantagens da elicitação por meio da análise documental, existem algumas restrições, como a falta de integração dos dados e a dificuldade de detalhamento das informações. Para minimizar esses problemas, este estudo investigou o uso do Pensamento Computacional para apoiar o levantamento de requisitos. Para verificar a estratégia proposta, os requisitos elicitados foram validados por quatro avaliadores por meio da Revisão de Requisitos e um Protótipo. Os resultados mostraram que os avaliadores consideraram que os requisitos foram eliciados de forma adequada para o desenvolvimento de aplicativos para apoiar os processos pós-cirúrgico perioperatório para enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helena Macedo Reis, Universidade Federal do Paraná (UFPR) – Jandaia do Sul – PR – Brasil

 

 

 

Maria Fernanda do Prado Tostes, Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR) – Paranavaí – PR - Brasil

 

 

 

Carolina Biserra, Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR) – Paranavaí – PR - Brasil

 

 

 

Fernando Tiosso, Faculdade de Tecnologia (Fatec) – Taquaritinga – SP – Brasil

 

 

 

Rodrigo Clemente Thom de Souza, Universidade Federal do Paraná (UFPR) – Jandaia do Sul – PR– Brasil

 

 

 

Referências

BOWEN, Glenn A. et al. Document analysis as a qualitative research method. Qualitative research journal, v. 9, n. 2, p. 27, 2009.

DENNIS, Alan; WIXOM, Barabara Haley; ROTH, Roberta. Systems Analysis and Design. John Wiley & Sons, 2018.

O'LEARY, Zina. The essential guide to doing your research project. Sage, 2017.

PRESSMAN, Roger; MAXIM, Bruce. Engenharia de Software-8ª Edição. McGraw Hill Brasil, 2016.

SELBY, Cynthia; WOOLLARD, John. Computational thinking: the developing definition. 2013.

SOBECC-Práticas Recomendadas SOBECC. 2017. Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico. Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização.

SOMMERVILLE, Ian. Engenharia de Software, 8 edição. Pearson, Addison Wesley, v. 8, n. 9, p. 10, 2011.

SOUZA, Talita Monteiro; CARVALHO, Rachel; PALADINO, Camila Moreira. Diagnósticos, prognósticos e intervenções de enfermagem na sala de recuperação pós-anestésica. Revista SOBECC, v. 17, n. 4, p. 33-47, 2012.

TSUMAKI, Toshihiko; TAMAI, Tetsuo. Framework for matching requirements elicitation techniques to project characteristics. Software Process: Improvement and Practice, v. 11, n. 5, p. 505-519, 2006.

ZIMMERMANN, Jussara et al. Proposta de aplicaçao e avaliaçao de conceitos do Pensamento Computacional em crianças hospitalizadas. In: Anais dos Workshops do Congresso Brasileiro de Informática na Educação. 2016. p. 1249.

ZOWGHI, Didar; COULIN, Chad. Requirements elicitation: A survey of techniques, approaches, and tools. In: Engineering and managing software requirements. Springer, Berlin, Heidelberg, 2005. p. 19-46.

Downloads

Publicado

18/12/2020

Como Citar

REIS, H. M.; TOSTES, M. F. do P.; BISERRA, C. .; TIOSSO, F.; DE SOUZA, R. C. T. . PENSAMENTO COMPUTACIONAL COMO ESTRATÉGIA PARA ELICITAÇÃO DE REQUISITOS EM DOCUMENTOS. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 116-129, 2020. DOI: 10.31510/infa.v17i2.891. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/891. Acesso em: 16 abr. 2021.

Edição

Seção

Tecnologia em Informática