ESTUDO COMPARATIVO ENTRE O MÉTODO SIMPLEX E O MÉTODO EVOLUTIONARY PARA A OTIMIZAÇÃO DE ROTAS DE DISTRIBUIDORES NA CIDADE DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP

Autores

  • Carolaine Milena Paulino da Silva Faculdade de Tecnologia de Bebedouro (FATEC) – SP – Brasil
  • Carlos Eduardo Vechiato Neves Faculdade de Tecnologia de Bebedouro (FATEC) – SP – Brasil
  • Douglas José de Oliveira Faculdade de Tecnologia de Bebedouro (FATEC) – SP – Brasil
  • Eduardo Fraiha Neto Faculdade de Tecnologia de Bebedouro (FATEC) – SP – Brasil
  • Oswaldo Lázaro Mendes Faculdade de Tecnologia de Bebedouro (FATEC) – SP – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v15i2.489

Palavras-chave:

Método simplex, Método evolutionary, Roteirização

Resumo

Esse trabalho tem por objetivo demonstrar de uma maneira compreensível a comparação entre os métodos simplex e evolutionary para encontrar o caminho mais curto em três pontos de partidas estratégicos na cidade de São José do Rio Preto - SP. Para a elaboração do trabalho foram desenvolvidas algumas rotas procurando-se os caminhos mais curtos entre quinze distribuidoras de bebidas em diferentes pontos estratégicos da cidade utilizando como ferramenta o Solver do Excel. Durante o desenvolvimento dos roteiros utilizando o método simplex, foi observado o grau exponencial de dificuldade em montar o problema no Excel, utilizando apenas um importante ponto de partida para três distribuidoras de bebidas. Já no método evolutionary percebeu-se que podem ser utilizados mais pontos de partidas para uma quantidade maior de distribuidoras de bebidas. Conclui-se que no dia a dia de uma empresa que necessita de agilidade na distribuição, há ferramentas como os métodos utilizados para a execução de sua logística de distribuição que fornecem informações relevantes para a tomada de decisões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Andrade, E. L. Introdução à pesquisa operacional: métodos e modelos para análise de decisões. 4ª Edição. Rio de Janeiro: LTC, 2014.
Caixeta-Filho, J. V. Pesquisa operacional: técnicas de otimização aplicadas a sistemas agroindustriais. 2ª Edição. São Paulo: Atlas, 2015.
Colin, E. C. Pesquisa operacional: 170 aplicações em estratégia, finanças, logística, produção, marketing e vendas. Rio de Janeiro: LTC, 2007.
Gil, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo, Atlas, 2002
Lachtermacher, G. Pesquisa operacional na tomada de decisões. 4ª Edição. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.
Lanes, R. M.; Greco, M. Aplicação de um método de otimização topológica evolucionária desenvolvido em script python. 2013. Disponível em: <http://www.seer.ufu.br/index.php/cieng/article/view/22636/20069>. Acesso em: 25 Mai 2018.
Moreira, D. A. Pesquisa operacional: curso introdutório. 2ª Edição. São Paulo: Cengage Learning, 2015.
XIE, M. Y, e STEVEN, G. P. A Simple evolutionary procedure for structural optimization. Computer & Structures, v 49, p 885-896, 1993.

Downloads

Publicado

30/12/2018

Como Citar

SILVA, C. M. P. da; NEVES, C. E. V.; OLIVEIRA, D. J. de; NETO, E. F.; MENDES, O. L. ESTUDO COMPARATIVO ENTRE O MÉTODO SIMPLEX E O MÉTODO EVOLUTIONARY PARA A OTIMIZAÇÃO DE ROTAS DE DISTRIBUIDORES NA CIDADE DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 265–275, 2018. DOI: 10.31510/infa.v15i2.489. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/interfacetecnologica/article/view/489. Acesso em: 27 set. 2022.

Edição

Seção

Tecnologia em Produção Industrial

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)