SETOR AGROINDUSTRIAL BRASILEIRO E A MODERNIZAÇÃO DA ECONOMIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v20i1.1631

Palavras-chave:

Agronegócio, Agroecologia, Inovações setor agrícola

Resumo

No cenário mundial, é cada vez maior o interesse em questões de impacto do meio ambiente e o avanço do agronegócio. Nota-se um destaque para o assunto de agronegócio versus meio ambiente. A busca de aliar o aumento do agronegócio sem impactar tanto o meio ambiente também é uma preocupação para o planeta Terra também. Dessa forma, devido a importância de debater-se sobre esses assuntos e criar novos métodos de implantação rápida, de forma a ter estratégias que o agro continue avançando sem deteriorar a terra e o meio ambiente, tal artigo discorrerá sobre o assunto, melhores estratégias e a melhor comunicação dessas novas iniciativas pelas empresas e essa nova movimentação da agroecologia. O objetivo desse trabalho foi fazer um levantamento bibliográfico sobre o tema com base na literatura científica. O presente artigo buscou trazer, de forma inicial, uma contextualização histórica e os diversos tipos de agricultura existente focando a firmeza do agronegócio e seu poder de agricultura e na modelação da agroecologia como prática social, política e ciência, trazendo assim o quão é importante a comunicação científica e sociedade, principalmente a do campo e suas experiências para uma melhor regulamentação das técnicas usadas aliadas a biotecnologia na agricultura, principalmente a questão de agrotóxico e até mesmo modificações genéticas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ASSAD, E. Sustentabilidade no agronegócio brasileiro. Rio de Janeiro: Ser sustentável, p. 8, 2012.

BATISTA, I. H. Desenvolvimento sustentável: novos rumos para a humanidade. Revista Eletrônica Aboré, p. 23, 2007.

BAUER, M. W. Classical content analysis: a review. In BAUER, M.; GASKELL, G. (ORG.). Qualitative researching: with text, image and Sound. LONDRES: SAGE, pp. 131-151, 2000. DOI: https://doi.org/10.4135/9781849209731.n8

BEHRING, E. Uma outra estruturação do poder. Natal: Benati, 2003.

CARVALHO, A. Um modernizar do agrário, Florianópolis: Ruídos, 2013.

CURY, A. Organização e métodos: uma visão holística. 8. ed. São Paulo, SP: Atlas, p. 600, 2013.

DELGADO, G. Financias e agrário. Natal: Editora da UFRGS, 2012.

GAZZONI, D. L. Um novo olhar para agroecologia. Londrina: Embrapa Soja, p.5-9, 2013.

IBGE. Resolução. No 10, de 12 de outubro de 2012. Aprova os valores para o território e dos municípios brasileiros. DF, n. 198, 11 out. 2002. Seção 1, p. 48-65. Disponível em https: www.ibge.com.br. Acesso em 03 de maio de 2022

LEÓN, I. Mulher vida e sementes. In: CARVALHO, H. M. (Org.). Sementes. São Paulo: Expressão Popular, 2003.

MARCOS, V. de. Agricultura e mercado: novidades para o agronegócio e a produção camponesa no campo latino-americano. In: PAULINO, E. T; FABRINI, J. E. (Org.). Campesinato e territórios em disputa. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

McMICHAEL, P. Regimes Alimentares e questões agrárias. 1 ed. São Paulo; Porto Alegre: Editora Unesp; Editora UFRGS, 2016.

MESQUITA, H. A. de. A modernização da agricultura: um caso em Catalão/Goiás. Dissertação de Mestrado, 1993, 145f. UFRN, Natal.

NOVAES, E. P. Avaliação Estratégica da Qualidade. São Paulo: Atlas, 2009.

PORTO, M. F. Desafios no agronegócio na atualidade. Saudavelmente, 11(7), 1996-1999, 2009.

ZIEGLER, E. Organizações e o setor agrário. In: Anais Científico, UFRN, Natal, 2013.

Downloads

Publicado

30/06/2023

Como Citar

DE OLIVEIRA, M. dos S.; CAVICHIOLI, F. A. SETOR AGROINDUSTRIAL BRASILEIRO E A MODERNIZAÇÃO DA ECONOMIA. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 20, n. 1, p. 495–506, 2023. DOI: 10.31510/infa.v20i1.1631. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/interfacetecnologica/article/view/1631. Acesso em: 14 abr. 2024.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio

Métricas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>