DSM

a empresa que mudou a si mesma

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v20i1.1563

Palavras-chave:

DSM, ECD, P&D, Economia Industrial

Resumo

O paradigma estrutura- conduta-desempenho (ECD) foi concebido há mais de meio século, num esforço para contextualizar e explicar a dinâmica da indústria, enquanto atividade econômica. Discutir modelos de Economia Industrial sempre está associado à gestão de decisões estratégicas e à inovação tecnológica. No estudo em tela, tem-se a DSM, empresa global, de base científica, especializada em saúde e nutrição humana e animal. A Royal DSM N.V. é uma empresa limitada por ações cotadas na Euronext Amsterdam Stock Exchange, com um Conselho de Administração e um Conselho Fiscal independente. No entanto, o quadro foi também adaptado para a gestão estratégica, e na área dos grupos estratégicos ocupa uma posição de destaque na literatura. Este estudo tem como objetivo abordar a ECD associada a DSM com o foco de casar-se P&D e I&D. Para tanto fez-se uso da metodologia de estudos de caso que responde a diversificação e fusões anos a fora da DSM. Como resultados obteve-se que parte do sucesso pode ser explicado através de condutas inovadoras que focaram em sustentabilidade e fusões em conglomerado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

A.O. (1964), “The Paternity of an Index”, American Economic Review, September, pp. 761 – 762.Lee.

Bain, J.S. (1956), Barriers to new competition, Harvard University Press, Cambridge. DOI: https://doi.org/10.4159/harvard.9780674188037

BAIN, J. S. Industrial organization. New York: John Wiley, 1968.

Besanko, D., Dranove, D., Shanley, M., Schaefer, S. (2004), Economics of Strategy, Wiley, Hoboken, NJ.Carlton, D.W., Perloff , J.M. (2005), Modern Industrial Organization, Pearson.

C. (2007) “SCP, NEIO and Beyond”, Working Paper Series Vol. 2007 – 05, Not-tingham University Business School, University of Nottingham Malaysia Campus, March.

DSM – Annual report, 2020.

DSM-Annual report, 2022.

DSM – Annuel report, 2018.

Fontgalland, I. (2022) Economia Circular e Consumo Sustentável, Ed. Amppla, acesso em: https://ampllaeditora.com.br/books/2022/04/EconomiaCircularConsumoSustentavel.pdf DOI: https://doi.org/10.51859/amplla.ecc174.1122-0

Forbes (2022) https://www.forbes.com/companies/dsm/?sh=2211b0a75c8a

Hahn, F. H. (1962) ‘The Stability of the Cournot Oligopoly Solution’,Review of Economic Studies 29, 329–331. DOI: https://doi.org/10.2307/2296310

P. (2002), “Competition and Business Strategy in Historical Perspective”, Business History Review, Vol. 76, Spring, pp. 37 – 74. DOI: https://doi.org/10.2307/4127751

Hambrick, D.C., Chen, M.-J. (2008), “New academic fi eld as admittance-seeking social movements: the case of strategic management”, Academy of Management Review, Vol. 33, pp. 32 – 54. DOI: https://doi.org/10.5465/amr.2008.27745027

Hasenclever, L. & Kupfer, D. (2013) A economia Industrial, Ed. Campus.

Mason, E.S. (1939), “Price and production policies of large scale enterprises”, American Economic Review, Vol. 29, pp. 61 – 74.

Souza Santos, D. et al. MODELO ESTRUTURA, CONDUTA E DESEMPENHO COMO BASE PARA FORMULAÇÃO DE ESTRATÉGIAS in XXXVI ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUCÃO Contribuições da Engenharia de Produção para Melhores Práticas de Gestão e Modernização do Brasil João Pessoa/PB, Brasil, de 03 a 06 de outubro de 2016.

Williamson, O.E. (1979), “Transaction-Cost Economics: The Governance of Contractual Relations”, The Journal of Law and Economics, October, pp. 233 – 261. DOI: https://doi.org/10.1086/466942

Downloads

Publicado

30/06/2023

Como Citar

FONTGALLAND, I. L.; DE OLIVEIRA, M. S. DSM: a empresa que mudou a si mesma. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 20, n. 1, p. 542–553, 2023. DOI: 10.31510/infa.v20i1.1563. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/interfacetecnologica/article/view/1563. Acesso em: 14 abr. 2024.

Edição

Seção

Tecnologia em Produção Industrial

Métricas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)