PISCICULTURA

manejo e viabilidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v19i1.1349

Palavras-chave:

Peixe, Renda, criadores

Resumo

A carne do peixe é umas das mais consumidas no mundo bem como seus subprodutos, e mesmo não estando a mesa de grande parte da população, esse segmento apresenta uma grande perspectiva de crescimento para o mercado Brasileiro, trazendo assim esperança de alavancagem dos negócios aos pequenos produtores e agricultores de cunho familiar que à produzem, não como única e exclusiva fonte de renda, mas sim como uma segunda fonte de renda e consumo, desta forma este estudo apresenta um estudo de viabilidade e criação desta cultura aos criadores e novos entrantes deste segmento. O objetivo deste estudo é guiar pequenos criadores e novos entrantes no segmento da piscicultura, demonstrado sua viabilidade econômica, e evidenciando a estrutura e manejo necessários por meio de estudos bibliográficos, desta forma conclui-se que através que o estudo possui viabilidade de acordo com valores estudados e analisados, denotando uma estrutura autentica, cuja qual pode-se confiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ADRIANE, P. P. R; SANTOS, L. C; VIEIRA, P. R. Manejo alimentar em piscicultura convencional. Nutritime revista eletrônica, Artigo 109, v.7, n°2 p.1189-1196, março/abril 2010.

AMARAL, F. P; ALVARES, L; MARIA, L. A. Cultivo de peixes – ABC da agricultura familiar. Embrapa. Brasília, DF. 2006

ANDRADE, M. L. Criação de Tilápias. São Paulo: Nobel, 1989.

Boas Práticas de Manejo em Aquicultura – Itaipu binacional, instituto água viva, Presidência da República secretaria especial de aquicultura e pesca.

HELENA, R. S. A. F; MORAIS, M. Manual de criação de peixes em viveiros – Codevasf, Brasília, DF, 2019.

HELENA. R. S. A. F; MORAIS. M; REGINA. M. G. S. S; BRÁS. W. S. Manual de criação de peixes em viveiro. – Brasília. Codevasf, 2013.

KUBITZA, S, Ph, D. Manejo alimentar e nutricional, tudo o que você precisa saber. Uma publicação sobre cultivos aquáticos, Panorama aquicultura, vol.19, fevereiro, 2009.

LIMA, A; PRYSTHON, A; GUEDES, C; BERGAMIN, G; PEDROZA, M. Construção de Viveiros Piscicultura Familiar. Embrapa, Projeto Divinópolis inovação tecnológica na piscicultura familiar, 2012.

LÚCIO, G. S. C. Boas práticas de manejo na produção, aplicadas à piscicultura. Universidade Federal de Mato Grosso, Faculdade de Agronomia e Zootecnia, curso de zootecnia, Cuiabá, 2017.

LUIZ, J. R. A; SOUZA, M. N; GEDANKEN, V. Piscicultura: construção de viveiros escavados. Coleção SENAR -209 - Brasília. 2018.

MONTEIRO, Rebeca. Qual a diferença entre VPL e TIR? Caderno de Prova. 17 de dezembro de 2020. Disponível em:<https://cadernodeprova.com.br/diferenca-entre-vpl-e-tir/:> Acesso em: 27 de out. de 2021.

PAULA, A. M; MOURA, M. M. F. Piscicultura: manejo sanitário – Coleção SENAR 196, SENAR, Brasília, 2017, SENAR serviço nacional de aprendizagem rural.

PEIXE BR – Associação Brasileira da Piscultura /ANUÁRIO. Produção cresce 4,9% e atinge 758.006 T em 2019. Brasília, p.04, 2019.

PESTANA, D., Pie, M.R. & Pilchowski, R.W. (2007). Organização e administração do setor para o desenvolvimento da aquicultura. In: Ostrensky, A., Borghetti, J. R. & Soto, D. (Eds.). Estudo setorial para consolidação de uma aquicultura sustentável no Brasil. Curitiba: Grupo Integrado de Aquicultura e Estudos Ambientais.

SOUZA, M. N; Gedanken, V. Piscicultura: alimentação – Coleção Senar 263, Senar, Brasília, 2019, Serviço nacional de aprendizagem rural – Senar.

XAVIER, M. P. F; SOUZA, H. R; ARAUJO, C. Informativo comercio exterior da piscicultura – Janeiro 2021, Palmas, To, 4° edição, Embrapa pesca e aquicultura.

ZANATTA, A. S.; CARVALHO, E. D.. Pisciculturas em tanques/rede nos grandes reservatórios: visões polarizadas. Revisto Ibero Americana de Ciências Ambientais, Aquidabã, v.3, n.2, p.125 – 129, 2012. DOI: https://doi.org/10.6008/ESS2179-6858.2012.002.0008

Downloads

Publicado

30/06/2022

Como Citar

DA SILVA, C.; OLIVEIRA FABRETTI, M.; FERRAREZI JUNIOR, E. . PISCICULTURA: manejo e viabilidade. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 210–222, 2022. DOI: 10.31510/infa.v19i1.1349. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/interfacetecnologica/article/view/1349. Acesso em: 3 fev. 2023.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio

Métricas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>