COOPERAÇÃO INTERNACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO EM MOÇAMBIQUE

estudo de caso como perspectiva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v18i2.1328

Palavras-chave:

Moçambique, Cooperação Internacional para o Desenvolvimento, Responsabilidade social

Resumo

O presente artigo consiste na análise como estudo de caso sobre o programa de Assistência Farmacêutica em Moçambique, no período entre 2007 e 2012, segundo outro estudo apresentado por Almeida et al (2018). O objetivo principal é ampliar as perspectivas de compreensão deste programa de assistência social pelas interpretações buscadas em outras fontes de referências e dados oficiais, bem como propor uma visão crítico-reflexiva acerca de fazeres sociais nos moldes da cooperação internacional. Por uma abordagem quali-quantitativa, procurou-se nortear a metodologia de estruturação do debate como estudo de caso tal proposto por Robert Yin. Como resultado, observou-se que o estudo de caso, por requerer em essência pesquisas complementares, bem como trazer mais liberdade à análise, mostrou-se eficiente para uma maior compreensão da situação de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento em Moçambique. A ampliação do estudo de Almeida et al (2018) por meio desta proposta trouxe tanto maiores elucidações, além de indicar que o caso ainda necessita de estudos subsequentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Plínio Gabriel João, Faculdade de Tecnologia de Catanduva – Catanduva – São Paulo – Brasil

Professor da Factec. Doutorando em Ciência, Tecnologia e Sociedade na UFSCar.

José Henrique Martins de Araújo, UNISUL – Santa Catarina - Brasil

Servidor público no Instituto Nacional do Seguro Social. Aluno especial no programa de pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade da UFSCar.

Referências

ACUTO, M.; KALTOFEN, C. Rebalancing the Encounter between Science Diplomacy and International Relations Theory. In: Global Policy. V. 9, n. 3, p. 8-14, 2018. Disponível em https://doi.org/10.1111/1758-5899.12620. Acessado em: mai. 2021. DOI: https://doi.org/10.1111/1758-5899.12620

ALMEIDA, C., PEPE V. L. E., SACHY M. Assistência Farmacêutica em Moçambique: a ajuda externa na provisão pública de medicamentos. In: Ciência e saúde coletiva, n. 23, vol. 7, 2018. Disponível em https://www.scielo.br/j/csc/a/nZt9hnwDWLDqXGsBgdSsPVR/?format=pdf&lang=pt. Acessado em: mai. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232018237.09332018

AYLLÓN, B. La Cooperación Internacional para el Desarrollo: fundamentos y justificaciones en la perspectiva de la Teoría de las Relaciones Internacionales. In: Carta Internacional, 2(2), 32–47, 2007. Disponível em: https://cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/416/170. Acessado em mai. 2021.

BAPTISTA, C. S.; MOTA, J.; SANTOS, J.N. The role of a strategic net in international entrepreneurship: overcoming the liabilities of foreignness and outsidership in the context of the Pharma industry. In: International Entrepreneurship and Management Journal. 17(1), 63–82. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s11365-019-00615-3. Acesso em: nov. 2021. DOI: https://doi.org/10.1007/s11365-019-00615-3

DE BRUYN, T. Analysing South-South Capacity Building. Comparing Six Flagship Projects of Brazil, India and China in Mozambique. In: Forum for Development Studies, 1–27, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1080/08039410.2018.1525424. Acessado em nov. 2021. DOI: https://doi.org/10.1080/08039410.2018.1525424

GAILLARD, J. North-South Research Partnership: is colaboration possible between unequal partners? In: Knowledge and Policy, v.7, n.2, 1994. Disponível em: https://doi.org/10.1007/BF02692761. Acessado em: mai. 2021. DOI: https://doi.org/10.1007/BF02692761

KINSELLA, S. Contra a propriedade intelectual. Trad. Rafael Hotz. São Paulo: Instituto Ludwig Von Mises Brasil, 2010.

MOÇAMBIQUE (1995a). Decreto Presidencial n. 11/95 de 29 dez. Disponível em: https://www.misau.gov.mz/index.php/decretos#. Acessado em mai. 2021.

______. (1995b). Decreto Presidencial n. 12/95 de 29 dez. Disponível em: https://www.misau.gov.mz/index.php/decretos#. Acessado em mai. 2021.

______. (Instituto Nacional de Saúde, Instituto Nacional de Estatística e Grupo Técnico Multisectorial de Apoio à Luta Contra o HIV/SIDA em Moçambique – GTM). (2011). Vigilância Epidemiológica do HIV e seu Impacto Demográfico em Moçambique: Actualização, Ronda 2009. Disponível em: http://www.ine.gov.mz/estatisticas/estatisticas-sectoriais/saude/copy_of_hiv-sida/vigilancia-epidemiologica-do-hiv-e-seu-impacto-demografico-em-mocambique-actualizacao-ronda-2009.pdf/view. Acessado em mai. 2021.

______. (Ministério da Saúde – Direcção de Recursos Humanos). (2015). Termos de referência para a avaliação do meio termo do Plano Nacional de Desenvolvimento dos recursos humanos da saúde de Moçambique (PNDRHS 2016-2025). Disponível em: https://www.afro.who.int/pt/publications/termos-de-referencia-para-avaliacao-do-meio-termo-do-plano-nacional-de-desenvolvimento. Acessado em mai. 2021.

http://seer.cgee.org.br/index.php/parcerias_estrategicas/article/view/417. Acesso, mai. 2021.

NYE JR., J. S. Soft Power: the means to success in world politics. N.Y.: Public Affairs, 2004.

OMS – Organização Mundial da Saúde (Escritório Regional África). (2021). Mozambique – Informações do país – Country health topics – Health financing. Disponível em: https://www.afro.who.int/pt/countries/mozambique. Acessado em mai. 2021.

PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. 2021a. Desenvolvimento Humano e IDH. Disponível em: https://www.br.undp.org/content/brazil/pt/home/idh0.html. Acesso em: mai. 2021.

______. – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. 2021b. Ranking IDH Global 2014. Disponível em: https://www.br.undp.org/content/brazil/pt/home/idh0/rankings/idh-global.html. Acesso em: mai. 2021.

RUSSO, G.; BANDA, G. Re-Thinking Pharmaceutical Production in Africa; Insights from the Analysis of the Local Manufacturing Dynamics in Mozambique and Zimbabwe. In: Studies in Comparative International Development, 50(2), 258–281, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s12116-015-9186-2. Acessado em: nov. 2021. DOI: https://doi.org/10.1007/s12116-015-9186-2

SILVA, Darly Henriques da. Cooperação internacional em ciência e tecnologia: oportunidades e riscos. In: Revista Brasileira de Política Internacional, v. 50, n. 1, p. 5-28, 2007. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S0034-73292007000100001>. Acessado em mai. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-73292007000100001

THE WORLD BANK (2021). Research - PovocalNet. Disponível em: http://iresearch.worldbank.org/PovcalNet/povOnDemand.aspx. Acessado em mai. 2021.

UNICEF (Escritório no Brasil). (2016). Rede Laços sul-sul – uma iniciativa internacional de cooperação para o enfrentamento da HIV/Aids. Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/media/3001/file/Rede_Lacos_Sul-Sul.pdf. Acesso: mai. 2021.

YIN, R. K. (2015). Estudo de caso: planejamento e métodos. 5. ed. Porto Alegre, RS: Bookman.

Downloads

Publicado

20/12/2021

Como Citar

MOREIRA FERREIRA, W. C. S.; GABRIEL JOÃO, P. .; DE ARAÚJO, J. H. M. COOPERAÇÃO INTERNACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO EM MOÇAMBIQUE: estudo de caso como perspectiva. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 18, n. 2, p. 381–393, 2021. DOI: 10.31510/infa.v18i2.1328. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/interfacetecnologica/article/view/1328. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Tecnologia em Gestão Empresarial