A INDÚSTRIA DE CAFÉ SOLÚVEL NO BRASIL

um mercado em importante crescimento

Autores

Palavras-chave:

Café, Indústria, Mercado

Resumo

O café é um dos produtos mais consumidos no mundo todo. Pelo fato de seu grande mercado e por ser uma bebida apreciada no mundo todo, o café tem importante valor no mercado industrial e comercial. O Brasil é o maior produtor e exportador de café no mundo. Diante da grande aceitação do produto, e como forma de rapidez no preparo da bebida foi criada a versão instantânea. O café solúvel tem apresentado ao longo do tempo grande consumo. Dentro desse contexto, o objetivo geral deste estudo é evidenciar como a indústria do café solúvel, especialmente no Brasil e sua viabilidade para o mercado. Para o estudo foi realizado levantamento bibliográfico onde foram consultados materiais dispostos em artigos acadêmicos, sites confiáveis, apresentações de simpósios e congressos, além de teses e monografias que trazem como tema o foco deste estudo. A literatura estudada traz como resultados o crescimento da indústria do café solúvel no país e mostra que o investimento nesse mercado pode ser de grande viabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ABICS. Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel. O que é café solúvel. 2021. Disponivel em: https://www.abics.com.br/noticia.php?noticia=238&o_que_e_o_cafe_soluv

el_. Acesso em: 20 ago. 2021.

ABIC. Associação Brasileira da Indústria do Café. Tendências do Mercado do Café. 2015. Disponível em: http://consorciopesquisacafe.com.br/arquivos/consorcio/consumo/Tendencia

_do_Mercado_de_Cafe_-_2015_1.pdf.. Acesso em: 30 jul. 2021.

BELTRÃO, A. F. História Completa do Café no Brasil. 2018. Disponível em: https://revistacafeicultura.com.br/?mat=66568. Acesso em: 20 ago. 2021.

CARROCINO, R. Um pouco da História do Café no Brasil. 2020. Disponível em: https://baristawave.com/historia-do-cafe-no-brasil/. Acesso em: 20 ago. 2021.

CECAF. Conselho de Exportadores de Café. Exportações Brasileiras. 2021. Disponível em: https://www.cecafe.com.br/. Acesso em: 20 ago. 2021.

CNC. Conselho Nacional do Café. O maior Produtor do Mundo. 2021. Disponível em: https://cncafe.com.br/. Acesso em: 10 ago. 2021.

CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Café. 2020. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2020-12/conab-cafe-tera-safra-recorde-em-2020. Acesso em: 2 ago. 2021.

EMBRAPA. Fruticultura. Coleção Plantar. 2 ed. Embrapa: Brasília. 2014.

EMBRAPA. Mercado mundial de café solúvel está estimado em US$ 28 bilhões com possibilidade de crescimento de 30% até 2020. 2017. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/- /noticia/20350539/mercado-mundial-de-cafe-soluvel-esta-estimado-em-us-28- bilhoes-com-possibilidade-de-crescimento-de-30-ate-2020. Acesso em: 20 ago. 2021.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Anuário Brasileiro da Fruticultura. Editora Gazeta. 2013.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Redução da Produção de café em 0,6%. 2020. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/economicas/agricultura-e-pecuaria/9201-levantamento-sistematico-da-producao-agricola.html?=&t=resultados. Acesso em: 20 ago. 2021.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. IBGE prevê safra record de grãos em 2020. 2018. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/26537-ibge-preve-safra-recorde-de-graos-em-2020#:~:text=O%20Mato%20Grosso%20lidera%20como,%2C1%25%20do%20total%20nacional. Acesso em: 20 ago. 2021.

IBRAF. Instituto Brasileiro de Frutas. O Brasil tem destaque no ramo da fruticultura. 2015. Disponivel em: http://www.grupogaz.com.br/tratadas/eo_edicao/4/2015/03/20150301

_106c8c2f1/pdf/4718_2015fruticultura.pdf. Acesso em: 12 ago. 2021.

ISTO É. Dinheiro Rural. Consumo de café vai ultrapassar a produção do grão no ano-cafeeiro 2019-2020. n. 181. 2020. Disponível em: https://www.dinheirorural.com.br/consumo-de-cafe-vai-ultrapassar-a-producao-do-grao-no-ano-cafeeiro-2019-2020/. Acesso em: 20 ago. 2021.

MARCUCCI, C. T. et al. Teores de trigonelina, ácido 5- cafeoilquínico, cafeína e melanoidinas em cafés solúveis comerciais brasileiros. Química Nova, Londrina, v. 36, n. 4, p.1-1, 18 fev. 2013.

NORONHA, D. P.; FERREIRA, S. M. S. P. Revisões de literatura. In: CAMPELLO, Bernadete Santos; CONDÓN, Beatriz Valadares; KREMER, Jeannette Marguerite (orgs.) Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: UFMG, 2000.

REVISTA CAFEICULTURA. A evolução do cafézinho solúvel, descafeinado, liofilizado e expresso. 2006. Disponível em: http://revistacafeicultura.com.br/?mat=5926. Acesso em: 20 ago 2021.

REVISTA CAFEICULTURA. Dados sobre a produção e consumo de café no Brasil. 2020.

Disponível em: https://revistacafeicultura.com.br/?mat=69032. Acesso em: 10 ago. 2021.

RIBEIRO, P. F. de A. C. C. Processo de Liofilização de Produtos Alimentares Perecíveis. Dissertação (Mestrado) - Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, Lisboa, 2016.

RUIZ, A. I. Café. Ministério da Educação. 2005. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/publica_setec_cafe.pdf. Acesso em: 20 jul. 2021.

SÉRGIO, A. Brasil tem crescimento de 9,4% no volume das exportações com 44,5 milhões de sacas de café em 2020. 2021. Disponível em: https://revistacafeicultura.com.br/index.php?tipo=ler&mat=70040. Acesso em: 20 ago. 2021.

SILVA, M. I de a.; PASQUIM, T. B. S. Acoffee- Indústria Café Solúvel. 2018. Disponível em: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/10362/1/AP_COENQ_2018_2_02.p

Df. Acesso em: 10 ago. 2021.

USDA. Departamento de agricultura dos Estados Unidos. Análise Mensal do café. Junho/julho de 2020. Disponível em: CafeZ-ZAnaliseZMensalZ-ZJunho-JulhoZ-Z2020%20(4).pdf. Acesso em: 20 ago. 2021.

Downloads

Publicado

20/12/2021

Como Citar

XAVIER DE LIMA, R.; FERRAREZI JUNIOR, E. . A INDÚSTRIA DE CAFÉ SOLÚVEL NO BRASIL: um mercado em importante crescimento. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 18, n. 2, p. 430–442, 2021. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/interfacetecnologica/article/view/1205. Acesso em: 3 jul. 2022.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)