SATISFAÇÃO NO AMBIENTE DE TRABALHO

um estudo sobre clima organizacional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v17i2.941

Palavras-chave:

Clima organizacional, Satisfação no trabalho, Qualidade de vida no trabalho, Pesquisa de clima organizacional

Resumo

Este artigo tem como objetivo identificar o clima organizacional considerando o nível de satisfação dos colaboradores do Departamento de Psicologia de uma Instituição Pública a partir de uma pesquisa de clima organizacional. O trabalho aborda temas referentes a clima organizacional, pesquisa de clima organizacional, satisfação no ambiente de trabalho e qualidade de vida no trabalho. Trata-se de um estudo quantitativo/qualitativo e descritivo. Como instrumento de coleta de dados, foi aplicado um questionário com perguntas objetivas e abertas, que permitiu diagnosticar os fatores que afetam a satisfação dos colaboradores quanto ao ambiente de trabalho, o relacionamentos entre os colegas de departamento, o relacionamento com a supervisão, os benefícios e salários oferecidos, e os demais fatores importantes para avaliação do clima da instituição. Como resultado, com base no autor Luz (2003), pode-se observar que o clima da organização estudada é prejudicado, sendo necessário propor intervenções planejadas de melhorias, uma vez que o clima retrata o momento atual da empresa e pode ser modificado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Teresa Colenci Trevelin , Faculdade de Tecnologia (Fatec) – São Carlos – SP – Brasil

É professora universitária há 20 anos e desde 2002 atua no Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, com dedicação exclusiva, tendo iniciado sua carreira na Fatec de Taquaritinga e posteriormente vindo para a Fatec de São Carlos em 2014, como Coordenadora do Curso de Tecnologia em Gestão Empresarial, onde atuou por 3 anos, sendo uma das responsáveis pelo seu credenciamento junto ao Conselho Estadual de Educação. Tem experiência docente nas áreas de Administração, Gestão de Pessoas, e na Educação Superior Tecnológica, atuando, principalmente em projetos de pesquisa e extensão envolvendo o tema empreendedorismo; tais quais: Projeto PCI/Coil (Cooperative Online Internacional Learning), Projeto Empreendedorismo na Melhor Idade, Projeto Mulheres Empreendedoras Nascentes: do lar para a gestão de negócios, Projeto Jovens Empreendedores: Fatecanos no ensino médio, Projeto Empreendedorismo Social: Transformando gotas de óleo em bolhas de sabão, Projeto Fatecanos nas Startups, Projeto Empreendedores e suas histórias de sucesso, entre outros. É também coordenadora do GPET (Grupo de Pesquisa em Educação Tecnológica, Empreendedorismo e Competências Empreendedoras). Fez diversos cursos de aperfeiçoamento e atualização. É palestrante. É co-autora dos livros: Zoogestão: administrar é o bicho (2019); e Livre Pensar é Só Criar: empreendedorismo, tecnologia e inovação (2017); tem produzido e publicado inúmeros artigos acadêmicos e capítulos de livros específicos, como: Empreendedorismo Estratégico: criação e gestão de pequenas empresas (2008). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de São Carlos (1997), graduação em Direito pela Faculdade de Direito de São Carlos (2001), especialização em Gestão Organizacional e de Recursos Humanos (2004), mestrado e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade de São Paulo (2007). 

Referências

ALYRIO, Rovigati Danilo. Métodos e técnicas de pesquisa em administração. Rio de Janeiro: Fundação Cecierj, 2009.

CHIAVENATO, Idalberto. Comportamento organizacional: a dinâmica do sucesso das organizações. 3. ed. Barueri: Manole, 2014.

DIAS, Reinaldo. Cultura organizacional: construção, consolidação e mudanças. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2013.

FACCO, Marcelly. et al. Motivação e clima organizacional. Revista foco, p. 13, abri. 2012.

FERREIRA, Patricia Itala. Clima organizacional e qualidade de vida no trabalho. 1. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2013.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

LUZ, Ricardo Silveira. Gestão do clima organizacional. Rio de Janeiro: QualityMark, 2003.

MARRAS, Jean Pierre. Administração de recursos humanos do operacional ao estratégico. 14 ed. São Paulo: Saraiva, 2011

MAXIMIANO, Antonio Cesar Amaru. Introdução à administração. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

OLIVEIRA, Daniele de; CARVALHO, Roberto José; ROSA, Adriano Carlos Moraes. Clima organizacional: fator de satisfação no trabalho e resultados eficazes na organização, 2012. Disponível em: https://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos12/37116504.pdf. Acesso em: 17 mar. 2020.

PESCA, Andréa Duarte. Psicologia Organizacional. Natal: Edunp, 2011.

ROBBINS, Stephen P. Comportamento organizacional. 11. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

RUEDA, Fabián Javier Marín; ACÁCIA, Aparecida Angeli dos Santos; LIMA, Robisom Carlos de. Relação entre satisfação no trabalho e clima organizacional: um estudo com trabalhadores, 2012. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/bolpsi/v62n137/v62n136a03.pdf. Acesso em: 20 mar. 2020.

SILVA, Neli Terezinha da. Clima organizacional: uma proposta dos fatores a serem utilizados para avaliação do clima de uma instituição de ensino superior. 2003. 138f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

YIN, Robert K. Estudo de Caso planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookmann, 2001.

Downloads

Publicado

18/12/2020

Como Citar

REIS, T. F.; TREVELIN , A. T. C. . SATISFAÇÃO NO AMBIENTE DE TRABALHO: um estudo sobre clima organizacional. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 451-461, 2020. DOI: 10.31510/infa.v17i2.941. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/941. Acesso em: 17 set. 2021.

Edição

Seção

Tecnologia em Gestão Empresarial