MOBILIDADE URBANA

um estudo de caso na região central de Jaboticabal/SP

Autores

  • Natália Carolina Augusti Universidade Virtual do Estado de São Paulo (UNIVESP) - Campus Jaboticabal - SP – Brasil
  • Elisandra Ascanio Universidade Virtual do Estado de São Paulo (UNIVESP) - Campus Jaboticabal - SP – Brasil
  • Gleison Luiz Arruda Pereira Universidade Virtual do Estado de São Paulo (UNIVESP) - Campus Jaboticabal - SP – Brasil
  • André Luiz Arruda Pereira Universidade Virtual do Estado de São Paulo (UNIVESP) - Campus Jaboticabal - SP – Brasil
  • Oswaldo Lázaro Mendes Universidade Virtual do Estado de São Paulo (UNIVESP) - Campus Jaboticabal - SP – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v17i1.839

Palavras-chave:

Mobilidade urbana, Simulação ARENA, Sincronismo de semáforo

Resumo

Este artigo tem por objetivo avaliar a mobilidade urbana na região central de Jaboticabal. Desta maneira, para o seu desenvolvimento, foi realizada uma pesquisa para ponderar qual a visão da população sobre a região de estudo. Subsequentemente, os semáforos foram monitorados, e utilizou-se o software de simulação ARENA Com a utilização do referido software, realizaram-se diversas simulações até que foi possível encontrar um tempo para o semáforo que possibilitasse melhor sincronismo, possibilitando a onda verde, o que possibilita descongestionar o trânsito da região e, consequentemente, melhora a qualidade de vida dos moradores da cidade que frequentam a região estudada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AZEREDO. L.F. Seis fatores essenciais para o sincronismo entre semáforos. 2014. Disponível em: <https://www.sinaldetransito.com.br/artigos/seis_fatores.pdf> Acesso em 07 abr. 2019.

BOARETO, R. A mobilidade urbana sustentável. Revista dos Transportes Públicos, n. 100 – ANTP, São Paulo, 2003.

FREITAS FILHO, P. J. Introdução à modelagem e simulação de sistemas com aplicações em Arena. 2ed. Ver e atual. / Paulo José de Freitas Filho – Florianópolis: Visual Books, 2008.

MINISTÉRIO DAS CIDADES. PlanMob - Caderno de Referência para Elaboração de Plano de Mobilidade Urbana. Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana - Ministério das Cidades.2015. Brasília.

PARAGON. ARENA. 2019. Disponível em Acesso em 03 mar 2019.

PEREIRA, J. V. I. Sustentabilidade: diferentes perspectivas, um objetivo comum. Economia Global e Gestão, v. 14, n.1, Lisboa, abril 2009. Disponível em: <http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0873-74442009000100008> . Acesso em: 06 abr. 2019.

PRADO, D. S. dos. Usando o ARENA EM SIMULAÇÃO. Darci dos Santos Prado – Belo Horizonte (MG) INDG Tecnologia e Serviços Ltda. – 2010 305p.: il (Série Pesquisa Operacional – Volume 3)

REDAÇÃO. Prefeitura aumenta onda verde no trânsito e instalará novos semáforos em cruzamentos do Centro de São Carlos. 2018. Disponível em: <https://saocarlosemrede.com.br/prefeitura-aumenta-onda-verde-no-transito-e-instalara-novos -semaforos-em-cruzamentos-do-centro-de-sao-carlos/>.Acesso em: 05 abr. 2019.

Publicado

04/08/2020

Como Citar

AUGUSTI, N. C.; ASCANIO, E.; PEREIRA, G. L. A.; PEREIRA, A. L. A.; MENDES, O. L. MOBILIDADE URBANA: um estudo de caso na região central de Jaboticabal/SP. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 784-796, 2020. DOI: 10.31510/infa.v17i1.839. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/839. Acesso em: 20 set. 2020.

Edição

Seção

Tecnologia em Produção Industrial