AGRICULTURA ORGÂNICA NO BRASIL COM ENFOQUE NA AGRICULTURA BIODINÂMICA

Autores

  • Andressa Beatriz Leite Fatec Taquaritinga
  • Henrique Quero Polli Fatec Taquaritinga

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v17i1.787

Palavras-chave:

agricultura biodinâmica, agricultura orgânica, agricultura alternativa

Resumo

O uso de agrotóxicos no Brasil é alto, e sua aplicação muitas vezes é feita de forma incorreta. A partir de 1920, passaram a surgir movimentos contrários a utilização de adubação química, neste contexto surge a agricultura orgânica. Não há dúvidas a respeito do aumento de interesse por parte do consumidor que tem buscado alimentos sem agrotóxicos, provenientes de um sistema que respeite o meio ambiente. Pode-se definir a agricultura orgânica como um conjunto de processos de produção agrícola, partindo do pressuposto de que a fertilidade é função direta da matéria orgânica contida no solo, e dentro desses métodos alternativos está inserida a agricultura biodinâmica, uma corrente que surgiu num ciclo de oito palestras realizadas na Polônia, pelo filósofo Rudolf Steiner, defendendo que a saúde do solo, das plantas e dos animais depende da sua conexão com as forças de origem cósmica da natureza. O presente artigo tem como objetivo analisar a agricultura biodinâmica no Brasil, verificando as vantagens e benefícios dessa corrente da agricultura orgânica, bem como os métodos utilizados por este segmento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALENCAR, G.V. de; MENDONÇA, E. de. S.; OLIVEIRA, T.S. de; JUCKSCH, I.; CECON, P.R. Percepção ambiental e uso do solo por agricultores de sistemas orgânicos e convencionais na Chapada da Ibiapaba, Ceará. Revista de Economia e Sociologia Rural, v.51, p.217-236, 2013.

ALTIERI, M. A. Agroecologia: as bases científicas da agricultura alternativa. Trad. de Patrícia Vaz. Rio de Janeiro: PTA/FASE, 240p., 1989.

AMARO, G. B.; SILVA, D. M.; MARINHO, A. G.; NASCIMENTO, W. M. Recomendações técnicas para o cultivo de hortaliças em agricultura familiar.Embapa hortaliças: Circular Técnica 47, 16p., 2007.

BAPTISTA, C. N. Agricultura biodinâmica: a arte de cuidar da terra. Revista Biosofia, n. 8, inverno 2000/2001. Disponível em: <http://ecologambiente.blogspot.com/2014/04/agricultura-biodinamica-arte-de-cuidar.html>. Acesso em: 08 de abril de 2020.

BARLOW, P. W.; FISAHN, J. Lunisolartidal force andthegrowthofplant roots, and some otherof its effectsonplantmovements. 2012. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22437666>. Acesso em: 08 de abril de 2020.

BARLOW, P. W.; FISAHN, J.; YAZDANBAKHSH, N.; MORAES, T. A.; KHABAROVA, O. V.; GALLEP, C. M. Arabidopsis thaliana root elongation growth is sensitive to lunisolar tidal acceleration and may also be weakly correlated with geomagnetic variations. Annals of Botany, v. 111, p. 859-872, 2013.

BERTALOT-BAY, Marco. Esses são todos os benefícios da produção biodinâmica. Agrishow Digital. 18 de Setembo de 2019. Disponível em: <https://digital.agrishow.com.br/manejo-e-conserva-o/esses-s-o-todos-os-benef-cios-da-produ-o-biodin-mica>. Acesso em: 12 de março de 2020.

BEZERRA, M.C.L.; VEIGA, J.E. Agricultura Sustentável. Bezerra, M.C.L. & Veiga, J.E. (coordenadores). Brasília: Ministério do Meio Ambiente; IBMA; Consorcia Museu Emílio Goeldi, 190p., 2000.

BRASIL. Instrução Normativa nº 7 de MAIO de 1999. Ministério da Agricultura e do Abastecimento, DOU de 19/05/1999 (nº 94, Seção 1, pág. 11). 1999.

BRASIL. Lei n. 10.831, de 23 de dezembro de 2003. Dispõe sobre a agricultura orgânica e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 24 dez. 2003. Seção 1, p. 8.

CASAGRANDA, L. C. Agricultura biodinâmica: implantação e desenvolvimento. In: Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, 47. SOBER, Porto Alegre. 2009.

COSTA, M. B. B. Introdução à agricultura alternativa. (S.l.: s.n.), Mimeo. 1993.

COSTA, M. B. B. da; CAMPANHOLA, C. A agricultura alternativa no estado de São Paulo. Jaguariúna, SP : Embrapa-CNPMA, 63 p., 1997.

EMBRAPA, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Citricultura Biodinâmica: Princípios e Insumos para Nutrição de Plantas. Pelotas, RS. ISSN 1516-8840 Outubro, 2013.

ESTADOS UNIDOS. Departamento de Agricultura. Relatório e recomendações sobre agricultura orgânica. Tradução de Iara Maria Corrêa Della Santa. Brasília: CNPq / Coordenação Editorial, 185 p., 1984.

HENZ, G. P.; ALCÂNTARA, F. A.; RESENDE, F. V. Produção orgânica de hortaliças: o produtor pergunta, a Embrapa responde. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 308p., 2007

JOVCHELEVICH, Pedro; CÂMARA, Francisco Luis Araújo. Influência dos ritmos lunares sobre o rendimento de cenoura (Daucuscarota), em cultivo biodinâmico.. Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 3, n. 1, june 2008. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/7503>. Acesso em: 27 março 2020.

KLETT, M.; MIKLÓS, A. A. W. Agricultura biodinâmica e nutrição humana. In: CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE AGRICULTURA BIODINÂMICA, 4., 2000, São Paulo. Anais... São Paulo: Antroposófica; Botucatu: Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica, 2001. p. 215-259.

KOEPF, H. H.; Pettersson, B. D.; Schaumann, W. AgriculturaBiodinâmica.Trad. Andreas R. Loewens e Úrsula Szajewski. São Paulo: Nobel. 316p. 1983.

MENIN, Luiz Fernando et al. Influência das fases lunares no desenvolvimento das culturas de rúcula (Eruca sativa Hill) e rabanete (Raphanussativus L.). Revista Brasileira de Agroecologia, [S.l.], v. 9, n. 3, feb. 2015. ISSN 1980-9735. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/rbagroecologia/article/view/15494>. Acesso em: 27 março 2020.

MIKLÓS, A. A. W. A dissociação entre homem e natureza: Reflexo no desenvolvimento humano. In: Conferência Brasileira de Agricultura Biodinâmica, Antroposófica. São Paulo, p 28. 2001.

MUNHOZ et al. Agricultura Biodinâmica. IX Sintagro – Simpósio Nacional de Tecnologia em Agronegócio, 2017.

ORMOND, J. G. P.; PAULA, S. R. L.; FAVARET FILHO, P.; ROCHA, L. T. M. Agricultura Orgânica. BNDES Setorial, Rio de Janeiro, n. 15, p. 3-34, mar. 2002.

PENTEADO, S. R. Adubação na agricultura ecológica: cálculo e recomendação numa abordagem simplificada. 2. ed. Campinas: Via Orgânica, 168 p. 2010

REVISTA GLOBO RURAL. Agricultura biodinâmica leva em conta fases da lua e signos do zodíaco. 2014. Disponível em: <https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Agricultura/noticia/2014/11/cultivo-biodinamico.html>. Acesso em: 12 de março de 2020.

RIBEIRO, S. A.; JÚNIOR, J. O. S.; ALMEIDA, A. S. Avaliação da produção de hortaliças orgânicas no município de Corrente. 2011. Disponível em: <https://docplayer.com.br/12618008-Avaliacao-da-producao-de-hortalicas-organicas-no-municipio-de-corrente-resumo.html>. Acesso em: 12 de março de 2020.

SAMINÊZ, T. C. O.; DIAS, R. P.; NOBRE, F. G. A.; GONÇALVES, J. R. A.; MATTAR, R. G. H. Princípios norteadores. In: Produção orgânica de hortaliças: o produtor pergunta, a Embrapa responde. Editores: HENZ, G. P.; ALCÂNTARA, F. A.; RESENDE, F. V. Brasília: Embrapa Informações Tecnológicas, p. 17-28. 2007.

SILVA, A. V. da; et al. Estudo da Sustentabilidade Ecológica em Agricultura Biodinâmica em Região Semiárida. Revista Brasileira de Geografia Física. V. 07 N. 03 497-512. 2014.

SIXEL, Bernardo Thomas.Biodinâmica e Agricultura. São Paulo: Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica, 2007.

SIXEL, Bernardo Thomas. A Agricultura Biodinâmica no Brasil.Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica,2003.

STEINER, R. Fundamentos da Agricultura Biodinâmica. Trad. Gerard Bannwart. São Paulo: Editora Antroposófica, 1993.

Publicado

04/08/2020

Como Citar

LEITE, A. B.; POLLI, H. Q. AGRICULTURA ORGÂNICA NO BRASIL COM ENFOQUE NA AGRICULTURA BIODINÂMICA. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 417-430, 2020. DOI: 10.31510/infa.v17i1.787. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/787. Acesso em: 27 set. 2020.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio