LOGÍSTICA REVERSA E SUSTENTABILIDADE NA REUTILIZAÇÃO DE EMBALAGEM BIG BAG

Autores

  • Ivan dos Santos Faculdade de Tecnologia de Bebedouro (FATEC) – SP – Brasil
  • Paulo Henrique Benedeti Faculdade de Tecnologia de Bebedouro (FATEC) – SP – Brasil
  • Rhadler Herculani Faculdade de Tecnologia de Bebedouro (FATEC) – SP – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v15i2.512

Palavras-chave:

Cadeia Reversa de Suprimentos, Geração de Valor, Contentor Flexível

Resumo

O presente artigo visa comprovar a geração de valor na cadeia reversa de suprimentos da recuperação e higienização de contentores flexíveis (Big Bags), que são embalagens utilizadas no acondicionamento, armazenamento e transporte de produtos. A logística reversa, embora sempre associada a reciclagem de materiais, possui um conceito mais amplo, pois se associa também se relaciona com atividades logísticas de redução de fontes de abastecimento, substituição, reuso de materiais e disposição. Este processo propicia benefícios financeiros na redução de custos, impacto positivo ao meio ambiente e na imagem organizacional perante seus fornecedores, clientes e, consequentemente, para a sociedade. Utilizou-se os métodos de pesquisa bibliográfica, estudo de caso e análise de caráter qualitativo para o desenvolvimento do artigo. Os resultados obtidos se mostraram satisfatórios de acordo com as informações analisadas conforme objetivo proposto. Conclui-se que a logística reversa afeta diretamente os resultados da organização proporciona grande satisfação dos clientes, contribui para o desenvolvimento sustentável e estimula uma cooperação mútua entre os parceiros envolvidos na cadeia reversa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ADLMAIER, D.; SELLITTO, M. A. Embalagens retornáveis para transporte de bens manufaturados: um estudo de caso em logística reversa. Produção, v. 17, n.2. 2007.

BRUYNE, P.; HERMAN, J.; SCHOUTHEETE, M. Dinâmica da pesquisa em ciências sociais: os polos da prática metodológica. Rio de Janeiro: F. Alves, 1977. 251 p.

CAMPOS, T. Logística Reversa: aplicação ao problema das embalagens da CEAGESP. 2006. 154 f. Dissertação (MESTRADO) – Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

CHAVES, G. L. D., & BATALHA, M. O. Os consumidores valorizam a coleta de embalagens recicláveis? Um estudo de caso da logística reversa em uma rede de hipermercados. Revista Gestão e Produção, (2006).

CHOPRA, S.; MEINDL, P. Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos: estratégias,
planejamento e operação. São Paulo: Person, 2003.

DE BRITO, M. P.; DEKKER, R. Reverse logistics: a framework. Econometric Institute. Report EI 2002-38, Erasmus University Rotterdam, The Netherlands, 2002.

DORNIER, P. et al. Logística e Operações Globais. São Paulo:Atlas, 2000.

ELKINGTON, J. Triple bottom line revolution: reporting for the third millennium. Australian CPA, v. 69, p. 75, 1994.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

KOPICKI, R.; BERG, M.; LEGG, L. L. Reuse and Recycling: reverse logistics opportunities. Illinois: Oak Brook, Council of Logistics Management, 1993.

LACERDA, L. Logística reversa, uma visão sobre os conceitos básicos e as
práticas operacionais. Centro de Estudos em Logística – COPPEAD – UFRJ – 2002.
Disponível em:< http://www.paulorodrigues.pro.br/arquivos/Logistica_Reversa_LGC.pdf>
Acesso em: 19 ago. 2018.

LC PACKAGING. As vantagens de um big bag. Disponível em: < https://bigbags.com/pt-pt/porque-os-nossos-big-bags/vantagens-de-um-big-bag/>. Acesso em: 02 set. 2018.

LEITE, P.R. Logistica Reversa: meio ambiente e competividade. São Paulo: Prentice Hall, 2003.

MANZINI, E.; VEZZOLI, C. O desenvolvimento de produtos sustentáveis. São Paulo: Editora da Universidade, 2002.

MINISTÉRIO DA AGRICULURA, PECUÀRIA E ABASTECIMENTO: Relatório Produção de Açúcar por Tipo - Safra 2017/18: Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/assuntos/sustentabilidade/agroenergia/arquivos-producao)>. Acesso em 08 set 2018.

NOVAES, F. A logística reversa de caixas de papelão e seu impacto ambiental. Revista Gestão & Saúde. Curitiba, (2009).

PEDROSO, M.C. Casos sustentáveis. GV-executivo, São Paulo, v.6, n.2, p.24-29, mar./abr. 2007.

PEDROSO, M.C; ZWICKER, R. Sustentabilidade na cadeia reversa de suprimentos: um estudo de caso do Projeto Plasma. Revista de Administração - RAUSP, vol. 42, núm. 4, octubre-diciembre, 2007, pp. 414-430. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

SAVITZ, A.W.; WEBER, K. A empresa sustentável: o verdadeiro sucesso é o lucro com responsabilidade social e ambiental. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

SIMCHI-LEVI, D.; KAMINSKY, P.; SIMCHI-LEVI, E..Cadeia de Suprimentos Projetos e Gestão. 3ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

30/12/2018

Como Citar

SANTOS, I. dos; BENEDETI, P. H.; HERCULANI, R. LOGÍSTICA REVERSA E SUSTENTABILIDADE NA REUTILIZAÇÃO DE EMBALAGEM BIG BAG. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 336–347, 2018. DOI: 10.31510/infa.v15i2.512. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/interfacetecnologica/article/view/512. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Tecnologia em Gestão Empresarial