[1]
E. T. Assirati, “UMA ANÁLISE CRÍTICA DE DICIONÁRIOS ESCOLARES BILÍNGUES INGLÊS-PORTUGUÊS ADOTADOS NO BRASIL”, INFA, vol. 3, nº 1, p. 125-133, jul. 2006.