RELAÇÃO FOLHA-COLMO DE BRACHIARIA BRIZANTHA FERTIRRIGADA COM EFLUENTE DE ESGOTO TRATADO

  • Gilmar O. Santos Doutor em Agronomia, Depto. Engenharia Rural, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV-UNESP), Jaboticabal-SP
  • Rogério T de Faria Doutor no Depto. Engenharia Rural, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV-UNESP), Jaboticabal-SP
  • Gilberto A. Rodrigues Docente na Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga
  • Anderson de Souza Gestor em Agronegócios, FATEC Taquaritinga-SP
  • Alexandre B. Dalri Doutor no Depto. Engenharia Rural, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV-UNESP), Jaboticabal-SP
Palavras-chave: Água residuária, Produção de forragem, Relação folha-colmo, Gestão agropecuária

Resumo

No sistema de pastejo, as folhas de forrageiras constituem a principal fonte de nutrientes para os ruminantes e seu crescimento ocorre em função do estado nutricional da planta. Neste trabalho, avaliaram-se a relação folha-colmo (F/C) da Braquiária brizanta cultivada com doses de efluente de esgoto tratado (EET), no ano de 2013, em jaboticabal, SP. Utilizou-se um sistema de aspersão em linha tripla com lâmina uniforme de irrigação, mas gradual de EET, em cinco tratamentos, quatro repetições, com as seguintes frações do efluente em água: E1=0,11; E2=0,31; E3=0,6; E4=0,87 e E5=1,0. A aplicação de EET visou suprir a necessidade de nitrogênio durante os ciclos de corte (28 dias). Foram aplicadas, durante o experimento, 1.843 mm de EET, proporcionais às seguintes quantidades de nutrientes (kg ha-1), no tratamento E5: N=931, P=27, K=315, Ca=258, Mg=92, Na=894, SO=369, Fe=7, Mn=1 e Zn=11. Os demais tratamentos receberam quantidades proporcionais às frações de aplicação definida em cada tratamento.
Houve adubação complementar em todos os tratamentos para P e K de 128 e 554kg ha-1 ano-1, respectivamente. A relação F/C média foi maior no outono-inverno (17,4:1) em relação à primavera (14,1:1) e verão (4,9:1), embora tenha ocorrido resposta quadrática de F/C às doses de EET, com valores mais elevados de F/C na dose E3 no outono-inverno e E2 e E3 na primavera e verão. Doses de nitrogênio com maior relação F/C foram obtidos com 130, 170 e 140 kg ha-1 de N correspondendo a relação F/C de 5,8:1, 26,0:1 e 17,5:1 no verão, outono-inverno e primavera, respectivamente. Através do modelo proposto, a altura de planta obtida em função da adubação nitrogenada reduziria a amplitude da relação F/C para 5,5:1, 22,9:1 e 14,9:1 no verão, outono-inverno e primavera, respectivamente. Dentre os manejos de pastagem que proporcionam melhor relação F/C, resta ao gestor à escolha da forma que mais se adequa a sua situação.

Como Citar
SANTOS, G.; FARIA, R.; RODRIGUES, G.; DE SOUZA, A.; DALRI, A. RELAÇÃO FOLHA-COLMO DE BRACHIARIA BRIZANTHA FERTIRRIGADA COM EFLUENTE DE ESGOTO TRATADO. Revista Interface Tecnológica, v. 11, n. 1, p. 91-105, 11.
Seção
Tecnologia em Agronegócio