DESAFIOS DO EMPREENDEDORISMO FEMININO

um levantamento com mulheres empreendedoras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v17i2.863

Palavras-chave:

Mulheres empreendedoras, Empreendedorismo feminino, Mães empreendedoras

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar como as mulheres empreendedoras lidam com a família, os problemas e as demandas profissionais do mercado e quais as dificuldades que elas enfrentam nesse processo, fazendo ainda uma diferenciação entre aquelas que não são mães e aquelas que são. Para tanto, foi aplicado um questionário a mulheres empreendedoras da cidade de São Carlos e região. Parte-se da hipótese de que é plenamente possível para a mulher ser mãe e, paralelamente, lidar com sua vida pessoal, sua família e com os desafios inerentes ao seu negócio, porém, o esforço que ela terá que fazer para isso é muito grande. O questionário foi enviado de forma online para as mulheres empreendedoras e obteve 35 respostas. Conclui-se que os desafios que essas mulheres enfrentam são grandes e um deles é o fato delas terem que conciliar todas as demandas familiares com as profissionais. A hipótese previamente levantada foi confirmada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMORIM, R. O.; BATISTA, L. E. Empreendedorismo Feminino: Razão do empreendimento. Núcleo de Pesquisa da FINAN, 2012.

COSTA, F. Mulher, trabalho e família: os impactos do trabalho na subjetividade da mulher e em suas relações familiares. Pretextos - Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas. v. 3, n. 6, jul./dez. 2018.

GEM, Empreendedorismo no Brasil. Relatório Executivo. 2010. Disponível em: https://m.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/livro_gem_2010.pdf. Acesso em: 06 dez 2020.

GEM. Empreendedorismo no Brasil. Relatório Executivo. 2012. Disponível em: https://m.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/gem%20relat%C3%B3rio%20executivo%202012.pdf. Acesso em: 06 dez 2020.

GEM. Empreendedorismo no Brasil. Relatório Executivo. 2016. Disponível em: https://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/GEM%20Nacional%20-%20web.pdf. Acesso em: 06 dez 2020.

GOMES, A. F. O perfil empreendedor de mulheres que conduzem seu próprio negócio: um estudo na cidade de Vitória da Conquista. Revista Alcance. Itajaí, v. 11, n. 2, p. 207-226, maio/ago 2004.

GOMES, A. F.; SANTANA, W. P. G.; SILVA, J. M. Mulheres empreendedoras: desafios e competências. Técnica administrativa, Buenos Aires, v. 4, n. 24, out./dez. 2005.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Mensal de Emprego. Evolução do emprego com carteira de trabalho assinada. 2003-2012. Disponível em: http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:nbs3O6nYMYYJ:ftp://ftp.ibge.gov.br/Trabalho_e_Rendimento/Pesquisa_Mensal_de_Emprego/Estudos/Evolucao_emprego_carteira_trabalho_assinada.pdf+&cd=3&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br. Acesso em: 06 dez 2020.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Demografia das Empresas e Estatísticas de Empreendedorismo. Estudos e Pesquisas. Informação Econômica, n. 33. Rio de Janeiro: IBGE, 2019.

LEONE, E. T.; TEIXEIRA, M. O. As mulheres no mercado de trabalho e na organização sindical. In.: XVII Encontro Nacional de Estudos Populacionais, Caxambu - MG – Anais... Caxambu, 2010.

LIMA, G. S; CARVALHO NETO, A.; LIMA, M. S.; TANURE, B.; VERSIANI, F. O teto de vidro das executivas brasileiras. Revista Pretexto, Belo Horizonte, v. 14, n. 4, pp. 65-80, out./dez. 2013.

MACEDO, J. R. A Mulher na Idade Média. 5. ed. São Paulo: Contexto, 2002.

MOREIRA, M. C. A violência entre parceiros íntimos: o difícil processo de ruptura. Rio de Janeiro. 2005. 102 p. Dissertação de Mestrado – Departamento de Serviço Social. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

PERROT, M. As mulheres ou o silêncio da história. Bauru: EDUSC, 2005.

PRONI, T. T.; PRONI, M. W. Discriminação de gênero em grandes empresas no Brasil. Revista Estudos Femininos, v. 26, n. 1. Florianópolis, 2018.

QUENTAL, C.; WETZEL, U. Equilíbrio trabalho-família e empreendedorismo: a experiência das mulheres brasileiras. In: Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, Salvador. Anais... Salvador, 2002.

SANTOS, C. M. M.; TANURE, B.; CARVALHO NETO, A. M. Mulheres executivas brasileiras: O teto de vidro em questão. Revista Administração em Diálogo, v. 16, n. 3, p. 56-75, 2014.

SEBRAE. Empreendedorismo no Brasil. Relatório Especial. 2019. Disponível em: https://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/UFs/GO/Sebrae%20de%20A%20a%20Z/Empreendedorismo%20Feminino%20no%20Brasil%202019_v5.pdf. Acesso em: 06 dez 2020.

SILVA. J. V. A. A Relação trabalho e família de mulheres empreendedoras. Perspectivas Contemporâneas, Campo Mourão, v. 1, n. 1, jan./jul., 2006.

SOUZA, D. I. et al. Manual de orientações para projetos de pesquisa. Novo Hamburgo: FESLSVC, 2013.

STROBINO, M. R. de C.; TEIXEIRA, R. M. Empreendedorismo feminino e o conflito trabalho-família: estudo de multicasos no setor de comércio de material de construção da cidade de Curitiba. Revista de Administração. São Paulo, v. 49, n. 1, p. 59-76, jan./fev./mar. 2014.

Downloads

Publicado

18/12/2020

Como Citar

PEDEZZI, B. .; RODRIGUES, L. S. DESAFIOS DO EMPREENDEDORISMO FEMININO: um levantamento com mulheres empreendedoras. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 398-410, 2020. DOI: 10.31510/infa.v17i2.863. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/863. Acesso em: 24 out. 2021.

Edição

Seção

Tecnologia em Gestão Empresarial