SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

qualidade, meio ambiente, segurança e saúde no agronegócio

Autores

  • Anaila Bruna de Moura Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (Fatec) – Taquaritinga – São Paulo – Brasil
  • Marcos Alberto Claudio Pandolfi Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (Fatec) – Taquaritinga – São Paulo – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v17i1.815

Palavras-chave:

Meio Ambiente, Qualidade, Responsabilidade Social, Saúde e Segurança no Trabalho, Sistema Integrado de Gestão

Resumo

No cenário atual, em que o agronegócio encontra-se em expansão, é constante a preocupação do público e das organizações no que diz respeito à qualidade dos produtos e serviços oferecidos acerca das questões ambientais, sustentáveis e de saúde e segurança ocupacional, onde, a intenção é eliminar ou ao menos mitigar os riscos que estão associados às atividades do setor. Possuir um Sistema Integrado de Gestão (SIG) dos setores de Gestão da Qualidade, Gestão Ambiental e Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho estimulam a oferta de produtos e serviços com total qualidade, contribuindo para que haja a proteção ao meio ambiente e avaliação dos perigos e riscos que estão relacionados à saúde e segurança do trabalhador. Deste modo, realizou-se uma pesquisa bibliográfica para investigação e análise das vantagens e desvantagens obtidas com a implementação de um Sistema Integrado de Gestão no setor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABNT NBR ISO 9001:2015.Sistemas de gestão da qualidade - Requisitos com orientações para uso.
ABNT NBR ISO 14001.2004. Sistemas da gestão ambiental - Requisitos com orientações
para uso.
ANDRADE, J.G.L. Sistemas ERP: estudo de caso referente ao impacto da implementação do sistema erp, na visão dos colaboradores, do departamento de infraestrutura, em uma instituição de ensino superior no DF. 2011. 20 f. Monografia (Especialização) - Curso de Administração, Faculdade de Tecnologia e CiÊncias Sociais Aplicadas – Fatecs, Brasília, 2011. Disponível em: https://repositorio.uniceub.br/jspui/bitstream/235/9120/1/20712760.pdf. Acesso em: 09 abr. 2020.
BARBOSA FILHO, A.N. Segurança do Trabalho e Gestão Ambiental. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009. 238 p.
BLISKA, F. M. M.; BLISKA JÚNIOR, A.; BARROS, T. M. S. M. Uma perspectiva da gestão da segurança e da saúde ocupacional na produção brasileira de café. IGepec, Toledo, v. 23, n.1, p. 162-180, jan./jun. 2019
BRENDLER, E.; BRANDLI, L.L. Integração do sistema de gestão ambiental no sistema de gestão de qualidade em uma indústria de confecções. Gestão e Produção, São Carlos, v. 18, n. 1, p. 27-40, jan. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/gp/v18n1/03.pdf. Acesso em: 08 abr. 2020.
FRANÇA, N. P. Sistema Integrado de Gestão – Qualidade, Meio Ambiente, Segurança e Saúde: Recomendações para implementação em empresas construtoras de edifícios. Disponível em: http://taurus.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/257830/1/Franca_NathaliePiccolotto_M.pdf. Acesso em: 13 fev.2020.
GIL, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas 2008. 220 p.
LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas 2003. 310 p.
MOURA, L.A.A. Qualidade e Gestão Ambiental: Sustentabilidade e ISO 14.001. 6. ed. Belo Horizonte: Del Rey, 2011. 432 p.
NEVES, L. SISTEMAS DE GESTÃO INTEGRADOS: Vantagens para as empresas da cadeia alimentar. Segurança e Qualidade Alimentar, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 30-31, maio 2007. Semestral. Disponível em: http://www.infoqualidade.net/SEQUALI/PDF-SEQUALI-02/SEQUALI-02.pdf. Acesso em: 07 abr. 2020.
OLIVEIRA, M. A.. Em Busca da Excelência Empresarial: Seja você um empreendedor dos conceitos da qualidade em sua empresa. 3. ed. São Paulo: Dvs Editora, 2013. 136 p.
OHSAS 18001:2007. Sistemas de gestão da segurança e da saúde do trabalho - Requisitos. Brasil: British Standards Institution-tradução portuguesa. 2007. Disponível em: https://comum.rcaap.pt/bitstream/10400.26/7319/2/Anexo%20I%20OHSAS180012007_pt.pdf. Acesso em: 08 abr. 2020.
SCHMITT, C.A. Sistemas Integrados de Gestão Empresarial: uma contribuição no estudo do comportamento organizacional e dos usuários na implantação de sistemas ERP. 2004. 296 f. Tese (Doutorado) - Curso de Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/86941/202544.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 09 abr. 2020.
SOUZA, L.G.G. ERP: principais conceitos, vantagens e desvantagens. 2005. 46 f.-Curso de Ciência da Computação, Universidade Presidente Antônio Carlos - Unipac, Barbacena, 2005. Disponível em: http://ftp.unipac.br/site/bb/tcc/tcc-a1e2bae285863c7db684d73078938897.pdf. Acesso em: 09 abr. 2020.
WACLAWOVSKY, E.S.A.; BATIZ, E.C. Metodologia Para Implementação De Sistemas Integrados De Gestão Com Uma Visão Sistêmica. ABEPRO - Associação Brasileira de Engenharia de Produção, São Carlos, p. 1-14, 2010. Anual. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2010_tn_sto_113_739_16036.pdf. Acesso em: 09 abr. 2020.

Publicado

04/08/2020

Como Citar

MOURA, A. B. de; PANDOLFI, M. A. C. SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO: qualidade, meio ambiente, segurança e saúde no agronegócio. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 456-466, 2020. DOI: 10.31510/infa.v17i1.815. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/815. Acesso em: 27 set. 2020.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio