A IMPORTÂNCIA DA ECONOMIA CIRCULAR PARA O APROVEITAMENTO INTELIGENTE DOS RECURSOS NATURAIS

Autores

  • Naiara Bianchi Universidade de São Paulo (USP) - EESC – São Carlos – São Paulo – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v17i1.718

Palavras-chave:

economia circular, economia linear, gestão dos recursos naturais

Resumo

Antigamente tinha-se em mente que não era possível se mensurar as maneiras de intervenção ou modificação do meio ambiente, bem como seus possíveis impactos, não tendo assim nenhuma preocupação com as causas ambientais. Mas, atualmente, se possui uma grande conscientização ambiental expressas em legislações, consciência popular e pressões de órgãos internacionais. A ideia principal é eliminar o conceito de lixo, fazendo todo material se manter dentro de um fluxo cíclico, tendo a trajetória dele “do berço ao berço”, retransmitindo assim seu valor. Este reaproveitamento inteligente propicia o crescimento econômico, pois este não mais depende apenas de novos recursos, mas da reutilização dos já existentes, permitindo que matérias primas continuem sempre aumentando seu valor. Desse modo, a economia circular se tornou um sistema intencionalmente reparador ou regenerativo, e essa pesquisa bibliográfica explanatória tem por objetivo demostrar os seus benefícios operacionais e estratégicos, assim como o gigantesco potencial de geração de empregos, inovação e crescimento econômico, se mostrando um modelo capaz de não só reduzir a matéria prima, como incrementar as inovações nos processos da produção industrial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAÚJO, Thaís Duek de. ECONOMIA CIRCULAR: BREVE PANORAMA DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA ENTRE 2007 E 2017.. In: ENGEMA USP, 19., 2017, Mato Grosso do Sul. Anais . Mato Grosso do Sul: Usp, 2017. p. 2 - 17. Disponível em: <http://engemausp.submissao.com.br/19/anais/arquivos/417.pdf>. Acesso em: 10 set. 2019.
AZEVEDO, Juliana Laboissière. A Economia circular aplicada no Brasil: Uma análise a partir dos instrumentos legais existentes para a logística reversa. In: CONGRESSO NACIONAL DE EXCELENCIA EM GESTAO, 6., 2015, Rio de Janeiro.
BONCIU, F. The European economy: From a linear to a circular economy. Romanian Journal of European Affairs. v. 14, p. 78-91, 2014.
Harwood, R. (2017). Towards a spiral economy. 2017. Disponível em: < https://www.100open.com/towards-a-spiral-economy/>. Acesso em: 10 set. 2019.
LEITÃO, A Economia circular: uma nova filosofia de gestão para o séc. XXI.. Portuguese Journal of Finance, Management and Accounting. 1 (2), 149-171. Disponível em http://u3isjournal.isvouga.pt/index.php/PJFMA>. Acesso em: 10 set. 2019.

MOTA, Victória de Oliveira. ECONOMIA CIRCULAR: um reaproveitamento sistemático para o desenvolvimento de um novo modelo industrial. Revista Científica Eletrônica Estácio, Ribeirão Preto, v. 10, n. 10, p.188-203, dez. 2017. Semestral. Disponível em: <http://estacioribeirao.com.br/revistacientifica/arquivos/revista10/16.pdf>. Acesso em: 10 set. 2019.

PEREIRA, Susana Carla Farias. Rumo à Economia Circular: Sinergia Existente entre as Definições Conceituais Correlatas e Apropriação para a Literatura Brasileira. Recadm: Revista Eletrônica de Ciência Administrativa, Curitiba, v. 1, n. 18, p.35-62, mar. 2019. Trimestral. Disponível em: <http://www.periodicosibepes.org.br/index.php/recadm/article/view/2581>. Acesso em: 10 set. 2019.
STAHEL, W. R. Circular economy. Nature. V. 531, p. 435-438, 2016.

Publicado

04/08/2020

Como Citar

BIANCHI, N. A IMPORTÂNCIA DA ECONOMIA CIRCULAR PARA O APROVEITAMENTO INTELIGENTE DOS RECURSOS NATURAIS. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 543-554, 2020. DOI: 10.31510/infa.v17i1.718. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/718. Acesso em: 27 set. 2020.

Edição

Seção

Tecnologia em Produção Industrial