CONSIDERAÇÕES SOBRE O DESCARTE E RECICLAGEM DE PILHAS E BATERIAS NO BRASIL

Autores

  • Danila Aparecida Oliveira Faria Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) –SP –Brasil
  • André Luiz Oliveira Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) –SP –Brasil

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v16i2.667

Palavras-chave:

Logística Reversa, Meio Ambiente, Descarte e reciclagem, Pilhas e Baterias

Resumo

Este artigo apresenta um panorama sobre o processo de descarte de pilhas e baterias adotado no Brasil, cujo uso vem passando por significativo avanço, tanto na produção quanto no consumo a partir da demanda surgida por novos dispositivos eletrônicos. Quando se trata do uso de celulares, há preocupações relacionadas ao seu ciclo de vida e descarte apropriado, sendo um processo ainda ineficiente no Brasil se comparado com a quantidade anualmente fabricada. No Brasil, a utilização de pilhas e baterias ocorre em larga escala, sendo que tais produtos são compostos, quase que em sua totalidade por materiais tóxicos. O presente trabalho, que se utiliza da abordagem do pensamento crítico, apresenta um panorama sobre o tema, visando apresentar contribuições sobre a necessidade de ações que potencializem as políticas já existentes e que possam conduzir ao cenário de sustentabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABRELPE. Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais. Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2014. Disponível em:
<http://www.abrelpe.org.br/Panorama/panorama2014.pdf>. Acesso em: 05 setembro
2019.

BOECHAT, Lucas. Logística Reversa de Pilhas e Baterias no Brasil. Publicado: 16 Nov 2015, Última Atualização: 16 Nov 2015. Disponível em: https://techinbrazil.com.br/logisticareversa-de-pilhas-e-baterias-no-brasil. Acesso em: 16.Ago.2019.

BEIRIZ, F. A. S. GESTÃO ECOLÓGICA DE RESÍDUOS ELETRÔNICOS: proposta de modelo conceitual de gestão. 2005, 127. p. Dissertação (Mestrado em Sistemas de Gestão).

BEZERRA, Monalisa Mariz, LIMA, Ster Batista, FERREIRA, Fábio Raniery da Silva Alves, SILVA, Maria Eduarda Santos, ARAÚJO JÚNIOR, José Severino. ANÁLISE DO DESCARTE DE PILHAS E BATERIAS ORIUNDAS DE RESÍDUOS DOMICILIARES NA CIDADE DE ITABAIANA – PB. VII Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental de Campina Grande/PB – 21 a 24/11/2016. IBEAS – Instituto Brasileiro de Estudos Ambientais.

CAMPIOTTI, Tamanini, Adrielle, GIORDANO, Batista, João. UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS À BASE DE RECICLAGEM DE PILHAS 145 NA ÁREA TÊXTIL. Depósito na Biblioteca em 29/12/2014. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/5d1c/70614cca5e20487c5bb8eb3adc4d483bf0c6.pdf. Acesso em:17.Ago.2019.

CHAVES, Pinto, Arthur. TEORIA E PRÁTICAS DO TRATAMENTO DE MINÉRIOS, MANUSEIO DE SÓLIDOS E GRANULADOS, 2º EDIÇÃO Copyright 2012, oficina de texto, conforme acordo ortográfico desde 2009.p.6.

DE BRITO, M. P.; DEKKER, R. A framework for reverse logistics. Reverse Logistics. Springer Berlin Heidelberg, p. 3-27, 2004.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL. SIMPÓSI O INT ERNACIONAL DE CIÊNCI AS INTEGRADAS UNAERP C AMPUS GUARUJÁ Descarte e destinação final de pilhas e baterias, Disponível em: https://www.passeidireto.com/arquivo/6152499/educação ambiental-descarte pilhashttp. Acesso em: 17. Ago.2019.

FAGUNDES, Alexandre Borges; TOKARZ, Barbara; PEREIRA, Delcio Fernanda BEUREN, Hänsch; CAMPOS, Débora Barni. Logística reversa de pilhas e baterias no Brasil: uma contextualização considerando o Programa ABINEE Recebe Pilhas (PARP). Congresso Internacional de Administração de Ponta Grossa – PR. ISSN 2175-7623. 2017.

GUARNIERI, PATRÍCIA. LOGÍSTICA REVERSA, EM BUSCA DO EQUILÍBRIO ECONÔMICO E AMBIENTAL. 2ª Edição, Editora clube de Autores, 2013.p.23.

LACERDA, L. Logística reversa: uma visão sobre os conceitos básicos e as práticas operacionais. In: FIGUEIREDO, K. F.; FLEURY, P. F.; WANKE, P. (orgs.). Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos: planejamento do fluxo de produtos e dos recursos. Centro de Estudos em Logística. COPPEAD, UFRJ. São Paulo: Atlas, 2003.

Mapeamento da Logística Reversa de pilhas e baterias: estudo de caso de um projeto proposto por uma instituição bancária Recebido: 02/05/2013, Aprovado: 16/04/2014. Disponível em: https://revista.feb.unesp.br/index.php/gepros/article/viewFile/1146/572. Acesso em: 17.Ago.2019.

OLIVEIRA, De Rébula, Uanderson, PNRS: SISTEMAS DE LOGÍSTICA REVERSA IMPLANTADOS EM IMPLANTAÇÃO, 1º EDIÇÃO 2017 SARAIVA.p.22-24.

OLIVEIRA, de Policarpo Carlos Diretor Industrial publicado em 17/02/17”. SUZAQUIM Indústrias Químicas Ltda. Disponível em: http://www.suzaquim.com.br/. Acesso em: 18. Ago.2019.

RESOLUÇÃO CONAMA nº 257, de 30 de junho de 1999. GESTÃO DE RESÍDUOS E PRODUTOS PERIGOSOS – Tratamento. Publicada no DOU no 139, de 22 de julho de 1999, Seção 1, páginas 28-29.
Reciclagem de Pilhas e Baterias. Disponível em: http://www.megaartigos.com.br/natureza/meio-ambiente/reciclagem meio ambiente/reciclagem-de-pilhas-e-baterias. Acesso em: 27.Ago.2019.

SILVA Lúcia da Edna, MENEZES, Muszkat, Estera, Metodologia da Pesquisa e
Elaboração de Dissertação, 3a edição revisada e atualizada, Florianópolis 2001.p.29.

SILVA, Liliane de Souza Vieira; GONÇALVES, Andressa Gonçalves e BACHMANN,
Adriana. Logística reversa do lixo tecnológico: um estudo sobre o comportamento dos
consumidores de aparelhos móveis. GEPROS. Gestão da Produção, Operações e Sistemas,
Bauru, Ano 11, nº 3, jul-set/2016, p. 133-151.
SOUZA, Alves de Líria, Pilhas E Baterias Usadas: Perigoso Lixo Tóxico Copyright © 2019, Disponível em: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/quimica/pilhas-baterias-usadas-perigoso-lixo-toxico.htm, Acesso em: 08.Set.2019.

XCÓLOQUIO 22. 24 setembro 2016. DESCARTE ADEQUADO DE PILHAS E
BATERIAS USADAS: UMA ABORDAGEM PARA A EDUCAÇÃO ESCOLAR
INDÍGENA. Disponível em: https://ri.ufs.br/bitstream/riufs/8983/10/Descarte_adequado_de_pilhas_e_baterias_usadas_um
a_abordagem_para_educacao_indigena.pdf. Acesso em: 17.Ago.2019.

Publicado

21/12/2019

Como Citar

FARIA, D. A. O.; OLIVEIRA, A. L. CONSIDERAÇÕES SOBRE O DESCARTE E RECICLAGEM DE PILHAS E BATERIAS NO BRASIL. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 16, n. 2, p. 312-324, 2019. DOI: 10.31510/infa.v16i2.667. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/667. Acesso em: 5 ago. 2020.

Edição

Seção

Tecnologia em Produção Industrial