CARNE SUÍNA E SUAS POSSÍVEIS DOENÇAS ENZOÓTICAS

  • Ana Beatriz do Carmo Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) –SP –Brasil
  • Daniela Rodolpho Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) –SP –Brasil
Palavras-chave: Carne suína, Enzoóticas, Endêmicas

Resumo

O Brasil se destaca por ser o quarto maior produtor e exportador de carne suína, um grande expoente na produção e na exportação de suínos e derivados. O manejo da produção é também parte essencial para garantir a qualidade da carne e compreende a incorporação de metodologias, processos, produtos e tecnologias ao processo produtivo. Porém, vem causando vários mitos, devido a caso de doenças enzoóticas presentes na carne, alguns aspectos relacionados à infraestrutura laboratorial, às medidas de biossegurança e aos cuidados necessários para impedir que determinadas doenças, ainda exóticas, infectem o rebanho brasileiro. O estudo teve como objetivo avaliar a espécie e o bem-estar do suíno, tendo uma ampla base do teor de doenças micro-organismos presente na carne e analisar a qualidade e os benefícios que a carne pode trazer aos consumidores, como também, a abordagem de possíveis preocupações existentes em suínos contaminados por doenças enzoóticas que causam prejuízos para a produção da carne suína no Brasil, podendo alterar a demanda de consumidores e até mesmo na produtividade e nas exportações. Despertou interesse em se aprofundar no assunto, para obter mais informações sobre a carne que consumimos no nosso dia a dia.

Publicado
2019-12-21
Como Citar
Carmo, A. B.; Rodolpho, D. CARNE SUÍNA E SUAS POSSÍVEIS DOENÇAS ENZOÓTICAS. Revista Interface Tecnológica, v. 16, n. 2, p. 235-244, 21 dez. 2019.
Seção
Tecnologia em Agronegócio