CONSCIENTIZAÇÃO POPULAR A PARTIR DA RECICLAGEM DO ÓLEO DE COZINHA PARA A FABRICAÇÃO CASEIRA DE SABÃO EM BARRA

Autores

  • Caroline Gabriela Calanca Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Selma de Fátima Grossi Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil

Palavras-chave:

óleo, meio ambiente, biodegradação, reutilização

Resumo

Todos os dias, em milhões de residências, o óleo utilizado no preparado de alimentos é descartado pelos ralos, vasos sanitários e até mesmo descartado no lixo. Este ato gera graves problemas ao meio ambiente, além de entupir tubulações, causando mal odor dentre outros problemas. A reutilização de sobras do óleo pode ser utilizada na produção de “sabão ecológico”, um produto livre da biodegradação ambiental e que pode ser decomposto por bactérias após o uso. A partir dos dados obtidos através de pesquisas bibliográficas a respeito do consumo de óleo vegetal, surgiu a necessidade de sensibilizar as pessoas sobre a reutilização do óleo utilizado nos domicílios para fritura. Este trabalho busca contribuir para a conscientização da população e conservação do meio ambiente, tendo como objetivo a retirada de grandes quantidades de óleo do mesmo, podendo reutilizá-lo de forma sustentável na fabricação caseira de sabão em barra, contribuindo para a redução de poluentes na atmosfera.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBERICI, Rosana M.; PONTES, Flavia F. F. de. Reciclagem de Óleo Comestível Usado Através da Fabricação de Sabão. Espirito Santo, v.1, n.1, p.000-000, jan, 2004.
SABÃO é alternativa de reaproveitamento do óleo de cozinha. Instituto Akatu, 6 dez. 2010. Disponível em <https://www.akatu.org.br/noticia/sabao-e-alternativa-de-reaproveitamento-do-oleo-de-cozinha-veja-a-receita/>. Acesso em 08 nov. 2018
HISTÓRIA do sabão – Parte 1. Artblog, 29 ago, 2007. Disponível em <https://www.arteblog.net/2007/08/29/historia-do-sabao-parte-1/> Acesso em 07 fev. 2019.
LOPES, R. C.; BALDIN, N. Educação ambiental para a reutilização do óleo de cozinha na produção de sabão – projeto “Ecolimpo”. In: Anais do IX Congresso Nacional de Educação (EDUCERE) – III Encontro Sul Brasileiro de Psicopedagogia. Paraná: PUC, 2009.
GODOY, P. O.; OLISKOVICZ, K.; BERNARDINO, V. M.; CHAVES, W. R.; PIVA, C. D.; RIGO, A. S. N. Consciência limpa: Reciclando o óleo de cozinha. Anuário da Produção de Iniciação Científica Discente, v.13, n.17, p.205-217, 2010.
COSTA, M. P. Reciclando o lixo, reciclando a vida: uma experiência exitosa através da produção de vídeos. V EPEAL, Pesquisa em Educação: Desenvolvimento, Ética e Responsabilidade Social, Maceió/AL, 2010.
RABELO, R. A.; FERREIRA, O. M. Coleta Seletiva De Óleo Residual De Fritura Para Aproveitamento Industrial,Universidade Católica de Goiás – Departamento de Engenharia – Engenharia Ambiental, 2008.
ALBUQUERQUE, R. R.; ARAGÃO, I. S. et al. Análise sobre o manejo do óleo residual de empreendimentos do centro comercial da cidade de Vitória da Conquista – BA. XIII Congresso Nacional de Meio Ambiente de Poços de Caldas, 2016.
PITTA JUNIOR, O. S. R.; NOGUEIRA NETO, M. S.; SACOMANO, J. B.; LIMA, A. Reciclagem do óleo de cozinha usado: uma contribuição para aumentar a produtividade do processo. International Workshop Advances In CleanerProduction. São Paulo, 2019.
MENDONÇA, J. C. A.; COSTA, G. P.; Estudo da Implantação de uma Fábrica de Sabão Ecológico Segundo os Princípios Socioambiental.FACIG – Faculdade de Ciências Gerenciais de Manhuaçu. Acesso em 10 out. 2018.
KUNZLER, A. A.; SCHIRMANN, A. Proposta de reciclagem para óleos residuais de cozinha a partir da fabricação de sabão. Universidade Tecnológica federal do Paraná, 2011.
MILHOMEM, A. V. O consumo de óleo de soja no Brasil. II Congresso Brasileiro de Plantas Oleaginosas, Óleos, Gorduras e Biodiesel, 2005.

Publicado

30/06/2019

Como Citar

CALANCA, C. G.; GROSSI, S. de F. CONSCIENTIZAÇÃO POPULAR A PARTIR DA RECICLAGEM DO ÓLEO DE COZINHA PARA A FABRICAÇÃO CASEIRA DE SABÃO EM BARRA. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 417-426, 2019. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/576. Acesso em: 20 set. 2020.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio