GESTÃO AMBIENTAL NO AGRONEGÓCIO

  • Natalia Marcela Silva Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Henrique Quero Polli Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
Palavras-chave: Sistema de Gestão Ambiental, Impactos, Agronegócio, Certificações, Preservação, Sustentabilidade, Mercado

Resumo

O Sistema de Gestão Ambiental tem como finalidade garantir que todos os produtos e atividades da empresa, de forma sustentável, possam ser realizados e não prejudiquem o meio ambiente e seus ecossistemas. A preservação ambiental, além de melhorar a imagem da empresa, traz grandes vantagens econômicas, tanto por evitar os custos do descumprimento da lei, como pela diminuição de perdas. A Gestão Ambiental no agronegócio poderá identificar os impactos causados ao meio ambiente e organizar e ordenar as atividades agrícolas, com a finalidade de gerar melhorias na competitividade e garantir a durabilidade do negócio. Visa atingir o desenvolvimento e a implementação da política ambiental, sob a perspectiva de controlar os impactos ambientais negativos e possibilita, ainda, tornar a questão ambiental um fator estratégico, resultando em um produto diferenciado para os mercados altamente competitivos. O presente artigo discute sobre os principais requisitos legais e necessidade de certificações para a adequação da Gestão Ambiental do Agronegócio, em função do crescente aumento de produtividade dos últimos anos neste setor, sendo, assim, é cada vez mais importante a adequação do modelo de produção a estas legislações e a identificação dos aspectos e impactos das atividades agrícolas e estabelecer uma política ambiental que vise a mitigação dos impactos negativos e a potencialização dos Impactos positivos do setor.

Publicado
30/06/2019
Como Citar
SILVA, N. M.; POLLI, H. Q. GESTÃO AMBIENTAL NO AGRONEGÓCIO. Revista Interface Tecnológica, v. 16, n. 1, p. 378-383, 30 jun. 2019.
Seção
Tecnologia em Agronegócio