O PROCESSO DE DEPLOY AUTOMÁTICO EM AMBIENTES DE COMPUTAÇÃO NA NUVEM

exemplo de utilização da plataforma Jenkins

  • Klerison Emmanuel Lopes Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Ronaldo Ribeiro de Campos Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Erick Eduardo Petrucelli Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Gustavo Henrique Soriano Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
Palavras-chave: Computação na nuvem, DevOps, Desenvolvimento, Deploy, Jenkins

Resumo

As características do processo de desenvolvimento de software vêm sendo aprimoradas há mais de duzentos anos. Desde seu início, com trechos de algoritmos escritos à mão e incorporações de melhorias como as realizadas por John Von Neumann no período pós segunda guerra mundial, novas tecnologias e métodos de programação estão evoluindo. Para acompanhar esta evolução também foi necessário a criação de plataformas de desenvolvimento que atendessem a demanda e a interpretação das novas linguagens. O mecanismo atual de desenvolvimento sugere que essa evolução passe de plataformas localizadas em ambientes internos para os ambientes integrados à tecnologia de computação na nuvem. Junto com essa tecnologia encontram-se diferentes ferramentas para suporte ao próprio desenvolvimento do software integrado à essa proposta. Este estudo aborda, por meio da revisão bibliográfica, diferentes ferramentas de apoio à atividade de desenvolvimento de software na nuvem. Além disso foi conduzido, por meio da metodologia descritiva, o exemplo de uso da ferramenta Jenkins. Como resultados principais destacam-se as possibilidades do uso das vantagens do ambiente local e na nuvem e agendamento de atividades.

Publicado
30/06/2019
Como Citar
LOPES, K. E.; CAMPOS, R. R.; PETRUCELLI, E. E.; SORIANO, G. H. O PROCESSO DE DEPLOY AUTOMÁTICO EM AMBIENTES DE COMPUTAÇÃO NA NUVEM. Revista Interface Tecnológica, v. 16, n. 1, p. 43-55, 30 jun. 2019.
Seção
Tecnologia em Informática