FORMAS DE UTILIZAÇÃO DOS DEJETOS DE SUÍNOS

  • Tatiane Oliveira Mortari Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Marcela Midori Yada Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
Palavras-chave: Esterco Suino, Economia Sustentável, Reuso, Redução de Danos Ambientais

Resumo

Com este estudo se objetiva analisar conceptualmente pontos pertinentes aos dejetos ou rejeitos oriundos das criações de suínos. De modo que, os suinocultores devem se preocupar com a gestão dos resíduos sólidos e com os impactos da atividade de criação de suínos, tanto quanto devem se preocupar com a engorda dos animais e com a comercialização do animal in natura ou já abatido. O presente estudo analisa a questão do ponto de vista econômico e social, citando dados que comprovam o potencial de negócio que há no dejeto suíno, principalmente do ponto de vista de usá-lo para produzir a bioenergia, proveniente deste e de outros materiais residuais, que também podem ser usados como material de biodigestores, além de mencionar demais aplicações e usos. Isto indica que além de ser uma excelente forma de mitigar os danos ambientais das suinoculturas, as atividades econômicas provenientes dos rejeitos dos suínos acarretam novas perspectivas de desenvolvimento econômico e de geração de energia alternativa.

Publicado
30/12/2018
Como Citar
MORTARI, T. O.; YADA, M. M. FORMAS DE UTILIZAÇÃO DOS DEJETOS DE SUÍNOS. Revista Interface Tecnológica, v. 15, n. 2, p. 404-414, 30 dez. 2018.
Seção
Tecnologia em Agronegócio