CONSTATAÇÕES DE ALTERAÇÕES COMPORTAMENTAIS DE DIFERENTES ESPÉCIES DE GARÇA EM AMBIENTE URBANO NO MUNICÍPIO DE JABOTICABAL/SP

  • Gilberto Aparecido Rodrigues Professor Pleno-FATEC-Taquaritinga-Curso Superior em Tecnologia de Agronegócio
  • Elaine Therezinha Assirati Professor Pleno-FATEC-Taquaritinga- Curso Superior em Tecnologia de Agronegócio e Processamento de Dados
Palavras-chave: Garças, Biguás, Avifauna

Resumo

O objetivo deste trabalho é de quantificar e identificar as diferentes espécies de garças, particularmente as espécies Ardea alba, Egretta tula e Bulbucus íbis, em ambiente lacustre urbano modificado, na cidade de Jaboticabal. As observações foram realizadas em cinco dias consecutivos, feitas contagens totais dos indivíduos, e apenas identificação das ocorrências das espécies através de observação visual, com auxilio de binóculos e de guias de campo, no período invernal do ano de 2009. Essas aves desenvolveram o hábito de pernoitar, em uma das ilhas do lago, sem se importar com a movimentação de transeuntes no período da tarde, uma vez que o local é destinado a caminhadas por parte da população. Constatou-se que a chegada das aves acontece próximo ao escurecer, entre 18h e 19horas e, na manhã seguinte, essas aves retornam a locais indefinidos, em diferentes orientações cardeais, sugerindo que as mesmas se deslocam para aterros sanitários e lixões, ainda presentes na maioria das cidades do interior de São Paulo, onde já foram avistadas garças compartilhando o local com outras aves, Urubus e Carcarás, evidenciando, provavelmente pela facilidade de ingestão de resíduos orgânicos urbanos, demonstrando a preocupação do poder público em dar destino adequado de resíduos urbanos e reverter o comportamento destas aves.

Como Citar
RODRIGUES, G.; ASSIRATI, E. CONSTATAÇÕES DE ALTERAÇÕES COMPORTAMENTAIS DE DIFERENTES ESPÉCIES DE GARÇA EM AMBIENTE URBANO NO MUNICÍPIO DE JABOTICABAL/SP. Revista Interface Tecnológica, v. 7, n. 1, p. 85-92, 11.
Seção
Tecnologia em Agronegócio