OSCILAÇÕES DA TEMPERATURA DO SOLO EM FUNÇÃO DE QUANTIDADES DE PALHA E HORÁRIOS AO LONGO DO DIA

Autores

  • Gilberto Aparecido Rodrigues Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Gilmar Oliveira Santos Universidade de Rio Verde (UNIRV) – GO - Brasil
  • Arthur Carrasqueira Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Elizete Rodrigues Machado Faculdade de Tecnologia de Jaboticabal (FATEC) – SP – Brasil
  • Elaine Therezinha Assirati Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Rita de Cássia Vieira Macri Faculdade de Tecnologia de Jaboticabal (FATEC) – SP – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v15i1.353

Palavras-chave:

aquecimento do solo, cobertura morta, palha de brachiaria

Resumo

A cobertura vegetal morta sobre o solo reduz a luminosidade, a temperatura e mantém a umidade do solo. A redução da temperatura do solo pode trazer benefícios para o ecossistema solo-planta. O objetivo deste artigo foi de avaliar as oscilações da temperatura do solo em função de quantidades aplicadas de palha e horários de avaliação. O experimento foi realizado na Unesp-Jaboticabal, SP, no setor de irrigação, montado em um delineamento em blocos casualizados (DBC), compreendendo 4 quantidades de palha, 4 horários de avaliação e 4 repetições. Foram analisados os efeitos da quantidade de palha (zero, 5, 10 e 15 Mg ha-1) e horários de avaliação (HA1: 9 h, HA2: 11h; HA3:14h e HA4: 16h). Foi avaliada a temperatura do solo na profundidade de 10 cm do solo, com o uso um termômetro de solo. A palha utilizada foi produzida no próprio local experimental, fenada e reservada para distribuição nos respectivos tratamentos. Os resultados indicaram que a adição de palha ao solo de 5, 10 e 15 Mg ha-1 foram suficientes para garantir redução da temperatura do solo em pelo menos 3oC. A presença de palha sobre o solo exerceu papel físico de isolante para o aquecimento do solo, e de manutenção da umidade do solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

The dead vegetation on the ground reduces the brightness, temperature and maintains soil moisture. The reduction in soil temperature can bring benefits to the soil-plant ecosystem. The aim of this paper was to evaluate the soil temperature fluctuations due to amounts used straw and evaluation schedules. The experiment was carried out at Unesp-Jaboticabal, SP, in the irrigation sector, set up in a randomized block design (RBD), comprising 4 volumes of straw, 4 hours of evaluation and 4 repetitions. We analyzed the effects of the amount of straw (zero, 5, 10 and 15 Mg ha-1) and time evaluation (HA1: 9 h, HA2: 11h; HA3: 14h and HA4: 16h). The soil temperature was measured at a depth of 10 cm of soil, using a soil thermometer. The straw used was produced in own experimental site into hay and reserved for distribution in their treatments. The results indicated that adding straw to soil in 5, 10 and 15 Mg ha-1 was sufficient to ensure reduction of soil temperature at least 3 °C. The presence of straw on the ground plays insulation physical role for the heating of the soil, and soil moisture maintenance.

Downloads

Publicado

30/06/2018

Como Citar

RODRIGUES, G. A.; SANTOS, G. O.; CARRASQUEIRA, A.; MACHADO, E. R.; ASSIRATI, E. T.; MACRI, R. de C. V. OSCILAÇÕES DA TEMPERATURA DO SOLO EM FUNÇÃO DE QUANTIDADES DE PALHA E HORÁRIOS AO LONGO DO DIA. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 15, n. 1, p. 293-304, 2018. DOI: 10.31510/infa.v15i1.353. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/353. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio