USO DE CISTERNAS NA CAPTAÇÃO DA ÁGUA DA CHUVA PARA USO ANIMAL

Autores

  • Everton Ricardo Feitosa Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Marcela Midiori Yada Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Nathalia Maria Soares Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v15i1.351

Palavras-chave:

Água de chava, reservatório, reaproveitamento para uso animal

Resumo

Devido ao grave problema da escassez da água de boa qualidade pelo qual o planeta está passando, a discussão acerca de novas formas de captação, armazenamento e aproveitamento da água de chuva. Dentro desse contexto, surge o sistema de aproveitamento de água da chuva como uma das principais soluções para melhor gestão do uso da água, incluindo benefícios sociais. O objetivo do trabalho é demonstrar importância do sistema de cisternas no aproveitamento de água da chuva para uso no sistema de produção animal. O aproveitamento do uso da água da chuva para o meio rural e sistema de produção animal apresenta muitos benefícios e tende a ser crescente em muitas propriedades no Brasil. As cisternas são as melhores soluções para grandes estiagens, por ser uma tecnologia mais limpa, acessivel e sustentável, colaborando para a recuperação do meio ambiente e para o desenvolvimento econômico no sistema de produção animal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Due to the serious problem of shortage of good quality water by which the planet is going through, the discussion about new ways to capture, storage and use of rainwater. In this context, the rainwater utilization system as one of the main solutions for better management of water use arises, including social benefits. In order to demonstrate the implementation of rainwater utilization system for animal use.

Publicado

30/06/2018

Como Citar

FEITOSA, E. R.; YADA, M. M.; SOARES, N. M. USO DE CISTERNAS NA CAPTAÇÃO DA ÁGUA DA CHUVA PARA USO ANIMAL. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 15, n. 1, p. 305-314, 2018. DOI: 10.31510/infa.v15i1.351. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/351. Acesso em: 8 jul. 2020.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio