EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) NA COLHEITA MANUAL DE CITRUS

  • Roger Weber Escudeiro Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Daniela Rodolpho Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
Palavras-chave: Citricultura, Colheita manual, Equipamentos de proteção individual, EPI

Resumo

O objetivo desse trabalho é expor todos os equipamentos de proteção individual que um trabalhador deve utilizar na colheita manual de citrus e suas funcionalidades, destacando que com estes a probabilidade de ocasionar um acidente ou uma doença ocupacional é expressivamente menor. Esse tipo de colheita gera muito desconforto físico aos funcionários e os submetem a um alto risco de acidentes, risco esse que é potencializado na ausência ou no uso incorreto dos EPI´s. Cabe salientar que é dever do empregador fornecer e fiscalizar a entrega dos equipamentos de segurança ao empregado e é de obrigação do empregado utilizálo apenas para a finalidade a que se destina e responsabilizar-se pela guarda e conservação do mesmo assim determinado pelas Normas Regulamentadoras do Ministério do trabalho. Com a utilização dos equipamentos o trabalhador poderá desenvolver sua função com mais segurança, sendo capaz de ter uma produção maior sem se expor ao acidente de trabalho.

Publicado
30/06/2018
Como Citar
ESCUDEIRO, R. W.; RODOLPHO, D. EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) NA COLHEITA MANUAL DE CITRUS. Revista Interface Tecnológica, v. 15, n. 1, p. 315-325, 30 jun. 2018.
Seção
Tecnologia em Agronegócio