A GOVERNANÇA CORPORATIVA COMO MODELO DE GESTÃO EMPRESARIAL

UM ESTUDO NO AGRONEGÓCUM ESTUDO NO AGRONEGÓCIO BRASILEIROIO BRASILEIRO

Autores

  • Martin Mundo Neto Professor Pleno I FATEC-TQ e pesquisador NESEFI/UFSCAR
  • Vânia Cristina Barbui Graduanda do curso de Tecnologia em Agronegócio da FATEC-Tq
  • Carolina Del Grande Graduanda do curso de Tecnologia em Agronegócio da FATEC-Tq
  • Valderes Nascimento Graduando do curso de Tecnologia em Agronegócio da FATEC-Tq
  • Pâmila Cristina Pinto Graduanda do curso de Tecnologia em Agronegócio da FATEC-Tq

Palavras-chave:

Agronegócio, Governança Corporativa, Gestão Empresarial

Resumo

Neste trabalho procuramos indicar como a Governança Corporativa (GC) passou a ser adotada por grandes empresas do agronegócio brasileiro. Esta ferramenta estaria ligada a lógica financeira predominante nas economias centrais (FLIGSTEIN, 2001). Apesar de seguir o modelo norte-americano, o mercado de capitais brasileiro estaria organizado pela BM&FBOVESPA (Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros e a Bolsa de valores de São Paulo) que, em 2001, criou o Novo Mercado. O Novo Mercado é um sistema de classificação para a GC das empresas operando na BM&FBOVESPA. Analisamos uma amostra de 31 empresas do agronegócio brasileiro segundo as regras do Novo Mercado e de certificações adicionais disponíveis no mercado de capitais brasileiro. Apesar da adesão as regras do Novo Mercado há particularidades na GC brasileira. Procuramos indicá-las com base na amostra analisada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Como Citar

NETO, M. M.; BARBUI, V. C.; DEL GRANDE, C.; NASCIMENTO, V.; PINTO, P. C. A GOVERNANÇA CORPORATIVA COMO MODELO DE GESTÃO EMPRESARIAL: UM ESTUDO NO AGRONEGÓCUM ESTUDO NO AGRONEGÓCIO BRASILEIROIO BRASILEIRO. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 11-20, 2008. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/17. Acesso em: 20 set. 2020.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio