JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA

o uso de aplicativos como estratégia de aprendizagem

Autores

  • Ana Lígia Jacob de Menezes Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil
  • Luciana Ap. Ferrarezi Muzatti Faculdade de Tecnologia de Taquaritinga (FATEC) – SP – Brasil

Palavras-chave:

Jogos, Matemática, Ensino e Aprendizagem, Tecnologia

Resumo

O objetivo deste artigo foi pesquisar alguns jogos existentes para o ensino e a aprendizagem da Matemática, mediante pesquisa bibliográfica que, permitam, a partir de suas descrições, analisar esse recurso e sua importância na capacidade de auxiliar os alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio de forma estratégica em sala de aula, buscando a socialização e cooperação, criatividade, raciocínio lógico, afetividade e aproximação pela Matemática. É notória a dificuldade que os estudantes apresentam em quaisquer níveis de escolaridade com relação aos conteúdos de Matemática. A busca por uma metodologia diferenciada para o ensino e a aprendizagem é incansável. E, com a inserção dos jogos nesse contexto, pretende-se desenvolver conceitos de difícil compreensão, resolver problemas, aprender a tomar decisão, na tentativa de motivá-los a recuperar as habilidades que necessitem. Por outro lado, é preciso ficar atentos para o mau uso dos jogos, com a escolha aleatória, não sabendo o real objetivo do jogo, perdendo assim o tempo e a ludicidade. Sem dúvidas, com a crescente evolução da tecnologia, a possibilidade de expansão do uso de jogos digitais aplicados à educação aumenta a cada dia, no entanto, torna-se ainda maior a responsabilidade do educador saber utilizar esses recursos da forma correta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Arquivos adicionais

Publicado

22/12/2016

Como Citar

DE MENEZES, A. L. J.; MUZATTI, L. A. F. JOGOS NO ENSINO DA MATEMÁTICA: o uso de aplicativos como estratégia de aprendizagem. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 53-67, 2016. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/125. Acesso em: 8 jul. 2020.

Edição

Seção

Tecnologia em Informática