AS CONTRIBUIÇÕES DO CRÉDITO RURAL NA PRODUÇÃO DE LIMÃO.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v18i1.1130

Palavras-chave:

Credito Rural, Agricultura Familiar, Produtores de Limão, PRONAF

Resumo

Esta pesquisa visa apresentar as contribuições do Crédito Rural para os agricultores familiares produtores de Limão. Para atingir os objetivos, foram realizadas pesquisas bibliográficas em artigos científicos, livros e acervos. A pesquisa possui caráter descritivo-exploratório e cunho qualitativo com o intuíto de ser utilizado como base para possíveis debates e discussões sobre o assunto. Mesmo diante do grave cenário de pandemia de COVID-19 o Brasil continua em a grande crescente no cenário agropecuário, deste modo fica claro a necessidade de linhas de crédito rural mais abrangentes, visando o custeio e tratos culturais para a produção de limão onde a produção se dá por um elevado número de produtores que trabalham com a agricultura familiar. Estes também podem ser atendidos pelo PRONAF (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), o programa atende ao financiamento para o custeio e investimentos em implantação, ampliação ou modernização da estrutura de produção, beneficiamento, industrialização e de serviços no estabelecimento rural ou em áreas comunitárias rurais, visando à geração de renda e a melhoria do uso da mão de obra familiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAÚJO, L. A. Planejamento de propriedades rurais: livro didático. In: Design instructional – Palhoça: UnisulVirtual, 2013. Disponivel em; http://intranetdoc.epagri.sc.gov.br/producao_tecnico_cientifica/DOC_33631.pdf Acesso em 12 de março de 2021.

BRASIL, Lei nº 11.326 de 24 de Julho de 2006. Estabelece as diretrizes para a formulação da Política Nacional da Agricultura Familiar e Empreendimentos Familiares Rurais. 2006. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11326.htm Acesso em 12 de março de 2021.

ALVES, C. A importância do crédito para o desenvolvimento econômico e social. 2009. Disponível em: http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2004/trabalhos/inic/pdf/IC6-5.pdf Acesso em: Novembro de 2020.

BREITENBACH, R. Gestão rural no contexto do agronegócio: desafios e limitações. Desafio Online, v. 2, n. 2, 2014.

BRUM, A. J. Agricultura Brasileira: formação, desenvolvimento e perspectivas. 3. ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2004.

CALGARO, N. C.; FACCIN, K. Controle financeiro em propriedades rurais: estudo de casos do 3° Distrito de Flores da Cunha, 2011.

COSTA, L. F. C. Sindicalismo rural brasileiro em construção. Rio de Janeiro: Forense

Universitária; UFRRJ, 1996.

CARDOSO, C. F. Escravo ou Camponês? O Protocampesinato Nero nas Américas. São Paulo: Brasiliense, 1987.

FORTUNA, Eduardo. Mercado Financeiro: produtos e serviços. 17º ed. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2008.

FORZA, C. Survey research in operations management: a process-based perspective. International Journal of Operations & Production Management, v. 22, n. 2, 2002.

GAZOLLA, M. Agricultura familiar, segurança alimentar e políticas públicas: uma análise a partir da produção para autoconsumo no território do Alto Uruguai/RS. 2004. 287 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural)–Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2004.

GUILHOTO, J.J.M.; SESSO FILHO U.A. Estimação da Matriz InsumoProduto a partir de Dados Preliminares das Contas Nacionais. Economia Aplicada. Vol. 9, No 2, 2005.

LIMA, A. P. de. et al. Administração da Unidade de produção Familiar: Modalidades de trabalho com Agricultores. 3. ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2005.

MACHADO, P. Agricultura Familiar: Monografia, Departamento de Ciências Sociais. Ijuí. 2003.

MALAGODI, E.; QUIRINO, E. In: Agricultura Familiar, meio ambiente e desenvolvimento: ensaios e pesquisas em Sociologia Rural. DUQUE, G.(org.). João Pessoa: Editora Universitária, 2002.

MARION, J.C. Contabilidade rural. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

MIRANDA, M. B. História do Sindicalismo no Brasil. Revista Virtual Direito Brasil – v.5 – nº 1, 2001.

MEDEIROS, L. S. História dos movimentos sociais no campo. Rio de Janeiro, Fase, 1989.

SANTOS, G. J. dos.; MARION, J. C.; SEGATTI, S. Administração de Custos na Agropecuária. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

SÃO PAULO, Produção de limão é símbolo de orgulho ao Estado de SP, principal produtor do Brasil, 2020. Disponível em: http://www.apta.sp.gov.br/noticias/produ%C3%A7%C3%A3o-de-lim%C3%A3o-%C3%A9-s%C3%ADmbolo-de-orgulho-ao-estado-de-sp,-principal-produtor-do-brasil Acesso em 13 de março de 2021.

SENAR – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. Curso técnico em agronegócio: administração rural / Serviço Nacional de Aprendizagem Rural; Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, Rede e-Tec Brasil, SENAR (Organizadores). – Brasília: SENAR, 2015. Disponível em http://senar-es.org.br/doc/uc/UC%206%20%20Administrac%CC%A7a%CC%83o%20Rural.pdf Acesso em 12 de março de 2021.

SCHRICKEL, E. K. Análise de crédito. Concessão e gerência de empréstimos. São Paulo. Atlas, 2000

SEPULCRI, O. Gestão do sistema de produção agropecuário familiar e suas interfaces; Curitiba-PR; 2004; Disponível em; http://www.emater.pr.gov.br/arquivos/File/Biblioteca_Virtual/Premio_Extensao_Rural/1_Premio_ER/GestaoSistemaProd_Agrop.pdf Acesso em 12 de março de 2021.

SILVA, E. L. da; MENEZES, E. M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4. ed. Florianópolis: UFSC, 2005.

ZALUAR, A. Teoria e prática do trabalho de campo: alguns problemas. In: CARDOSO, R. (Org.) A aventura antropológica. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

Downloads

Publicado

30/07/2021

Como Citar

NASCIMENTO, M.; PIZZAIA ENNES , L. . G. AS CONTRIBUIÇÕES DO CRÉDITO RURAL NA PRODUÇÃO DE LIMÃO. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 18, n. 1, p. 332-342, 2021. DOI: 10.31510/infa.v18i1.1130. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/1130. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Tecnologia em Agronegócio