VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRA DA IMPLANTAÇÃO DE UMA MICROINDÚSTRIA PRODUTORA DE HIDROMEL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v18i1.1089

Palavras-chave:

Hidromel, Microindústria, Viabilidade econômica, Geração de renda

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo realizar o estudo de viabilidade econômica de uma microindústria produtora de hidromel suplementado com polpa de siriguela e extrato de farelo de soja, instalada no município de Ribeira do Pombal, BA. Para o desenvolvimento do estudo, realizaram-se pesquisas de levantamento, bibliográfica e experimental, obtendo-se dados importantes para elaboração do fluxo de caixa: custos fixos e variáveis, investimento, depreciação, juros, lucro tributável, imposto de renda, fluxo líquido, amortização e bônus de adimplência. Aplicaram-se também os métodos de avaliação de investimento [valor presente líquido (VPL), taxa interna de retorno (TIR) e o método do payback]. O investimento do projeto para produção mensal de 2250 L de hidromel foi de R$ 305.419,84, resultando nos seguintes indicadores econômicos: VPL (R$5.861,03), TIR (23%), payback simples (2 anos) e payback descontado (3 anos), considerando-se a taxa mínima de atratividade de 15% e uma vida útil de 10 anos. Logo, o empreendimento foi considerado economicamente viável, além de ser uma possibilidade para geração de renda para agricultores familiares.

O presente trabalho teve como objetivo realizar o estudo de viabilidade econômica de uma microindústria produtora de hidromel suplementado com polpa de siriguela e extrato de farelo de soja, instalada no município de Ribeira do Pombal, BA. Para o desenvolvimento do estudo, realizaram-se pesquisas de levantamento, bibliográfica e experimental, obtendo-se dados importantes para elaboração do fluxo de caixa: custos fixos e variáveis, investimento, depreciação, juros, lucro tributável, imposto de renda, fluxo líquido, amortização e bônus de adimplência. Aplicaram-se também os métodos de avaliação de investimento [valor presente líquido (VPL), taxa interna de retorno (TIR) e o método do payback]. O investimento do projeto para produção mensal de 2250 L de hidromel foi de R$ 305.419,84, resultando nos seguintes indicadores econômicos: VPL (R$5.861,03), TIR (23%), payback simples (2 anos) e payback descontado (3 anos), considerando-se a taxa mínima de atratividade de 15% e uma vida útil de 10 anos. Logo, o empreendimento foi considerado economicamente viável, além de ser uma possibilidade para geração de renda para agricultores familiares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVARENGA, F. R. P.; FLECK, L. C.; AMEND, M. Estudo de viabilidade econômico-financeira da implantação da concessão do serviço de cobrança de ingresso no parque nacional dos Lençóis Maranhenses – MA, 2011. Disponível em: < https://www.gov.br/icmbio/pt-br/acesso-a-informacao/editais-diversos/editais-diversos-2017/estudo_de_viabilidade_economico_financeira_chamamentopublico022017_parna_lencois_maranhenses.pdf >. Acesso em: 14 set. 2020.

AMORIM, T. S. et al. Influence of acerola pulp concentration on mead production by Saccharomyces cerevisiae AWRI 796. LWT Food Science and Technology, v.97, p. 561-569, 2018.

ANUNCIAÇÃO, A. S. et al. Polpa de tamarindo (Tamarindus indica L.) na produção de hidromel. Revista Brasileira de Agrotecnologia, v.7, p. 441-445, 2017.

ARAÚJO, G. S. et al. Tecnologia da produção de hidromel: matérias-primas e suplementos inovadores – Parte 1. In: RIBEIRO, M. J. B (Ed.). Estudos Científicos e Tecnológicos em Biotecnologia. Aracaju: Backup Books Editora, 2020a. cap. 11, p. 191-213.

ARAÚJO, G. S. et al. Mead Production by Saccharomyces cerevisiae Safbrew T-58 and Saccharomyces bayanus (Premier Blanc and Premier Cuvée): Effect of Cowpea (Vigna unguiculata L. Walp) Extract Concentration. Applied Biochemistry and Biotechology, v.191, p. 212–225, 2020b.

BAYMA, A. B. Perfil sensorial e instrumental de méis silvestres de abelhas africanizadas (Apis mellifera) das cinco mesorregiões do Estado do Maranhão. 2008. 123 f. Tese (Doutorado em Ciência de Alimentos). Instituto de Tecnologia, Departamento de Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2008.

BRANDÃO, T. S. et al. Estudo de viabilidade econômico-financeira para implantação de uma microindústria produtora de bebida alcoólica fermentada de umbu-cajá (Spondias bahiensis). Custos e @gronegócio, v.14, n. 3, 2018.

BRASIL. Decreto n.6871 de 4 de junho de 2009. Regulamenta a lei n.8918 de 14 de julho de 1994, que dispõe sobre a padronização, a classificação, o registro, a inspeção, a padronização e a fiscalização de bebidas. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, p.20, 5 de jun. 2009.

CARNEIRO, J. M. T.et al. Formação e administração de preço. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2004.

CHEN, C.H. et al. Physicochemical property changes during the fermentation of longan (Dimocarpus longan) mead and its aroma composition using multiple yeast inoculations. Journal of the Institute of Brewing, v.119, p.303-308, 2013.

FARIAS, C. F. P. de; SILVA, R. Análise dos sistemas de custeio: absorção e variável. Revista Gestão Premium, v.2, n.1, 2012.

FERRAZ, F. O. Estudo dos parâmetros fermentativos, características físico-químicas e sensoriais de hidromel. 2015. 129f. Tese (Doutorado em Ciências – Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Industrial na Área de Microbiologia Aplicada) – Escola de Engenharia de Lorena da Universidade de São Paulo, 2015.

GALLINA, D. A. et al. Viabilidade econômica da produção industrial de bebida fermentada simbiótica smoothie com polpa de frutas, nas regiões metropolitanas de campinas e São Paulo, estado de São Paulo, período entre outubro e dezembro de 2016. Informações Econômicas, v.47, n. 2, 2017.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa pecuária municipal, 2017. Disponível em: < https://sidra.ibge.gov.br/Tabela/74>. Acesso em: 09 de set. 2020.

IGLESIAS, A. et al. Developments in the fermentation process and quality improvement strategies for mead production. Molecules, v.19, p.12577-12590, 2014.

MASCARENHAS, A. M. O. et al. Produção de hidromel: efeito da concentração da polpa de abacaxi (Ananas mill). Revista Brasileira de Agrotecnologia, v.7, p. 436-440, 2017.

MATTIETTO, R. A. et al. Tecnologia para obtenção artesanal de hidromel do tipo doce. Comunicado Técnico – EMBRAPA, v. 170, p. 1-5, 2006.

MORALES, E. M.; ALCARDE, V. E.; ANGELIS, D. de F. de. Mead features fermented by Saccharomyces cerevisiae (Lalvin K1-1116). African Journal of Biotechnology, v.12, n. 2, p. 199-204, 2013.

MOTA, I. S. Custo indireto de fabricação aplicado. Revista de Administração de Empresa, v.8, 1978.

NASCIMENTO, J. M. do. Custos Planejamentos, Controle e Gestão na Economia Globalizada. 2 ed. São Paulo: Atlas, 2001.

OLIVEIRA, D. P. R. Planejamento estratégico: conceitos, metodologia, práticas. 24. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

PEREIRA, A. P. et al. Mead production: Selection and characterization assays of Saccharomyces cerevisiae strains. Food and Chemical Toxicology, v. 47, n. 8, p. 2057-2063, 2009.

PEREIRA, A.P. et al. Effect of Saccharomyces cerevisiae cells immobilisation on mead production. LWT - Food Science and Technology, v. 56, n. 1, p. 21-30, 2014.

PONCIANO, N.J. et al. Caracterização do Nível Tecnológico dos Apicultores do Estado do Rio de Janeiro. RESR, Piracicaba, v. 51, n. 3, p.499-514, 2013.

RAMALHOSA, E. et al. Mead Production: Tradition Versus Modernity. In: JACKSON, R. S. (Ed.). Advances in Food and Nutrition Research. Burlington: Academic Press, v. 63, 2011. cap. 4, p. 101-118.

SALOTTI, B. M.; YAMAMOTO, M. M. A estimativa do fluxo de caixa das operacões representa o real fluxo de caixa das operações? Revista Contabilidade & Finanças, v.15, p.7-21, 2004.

SEBRAE - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Apicultura, 2015. Disponível em: < http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/803afcf50b5e78c72c250aa49f1960c2/$File/5384.pdf/>. Acesso em: 14 fev. 2019.

SOTTIL, C. et al. Using Torulaspora delbrueckii, Saccharomyces cerevisiae and Saccharomyces bayanus wine yeasts as starter cultures for fermentation and quality improvement of mead. European Food Research and Technology, v.245, p. 2705-2714, 2019.

TAMIRES, E. et al. Tecnologia da produção de hidromel: etapas do processo e condições fermentativas – Parte 2. In: RIBEIRO, M. J. B (Ed.). Estudos Científicos e Tecnológicos em Biotecnologia. Aracaju: Backup Books Editora, 2020. cap. 11, p. 215-236.

VILELA, J.; SILVA, M. A. V. R.; QUINTAIROS, P. Análise integrada de viabilidade econômica de projetos aplicada à substituição de uma máquina. Gestão e Sociedade, v. 1, n. 2, p. 1-22, 2007.

Downloads

Publicado

30/07/2021

Como Citar

SUZART ARAÚJO, G.; DE SOUZA, S. M. A.; DE CARVALHO , G. B. M.; MARTÍNEZ, E. A. VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRA DA IMPLANTAÇÃO DE UMA MICROINDÚSTRIA PRODUTORA DE HIDROMEL. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 18, n. 1, p. 402-415, 2021. DOI: 10.31510/infa.v18i1.1089. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/1089. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Tecnologia em Produção Industrial