TRANSPARÊNCIA ALGORÍTMICA EM SOLUÇÕES UTILIZADAS POR GOVERNOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v18i1.1083

Palavras-chave:

gerenciamento algorítmico, inteligência artificial no Estado, transparência algorítmica, inteligência artificial, transparência com machine learning, transparência no judiciário, governo aberto, governo digital, inteligência artificial no direito, algoritmos, digitalização do judiciário

Resumo

Nos dias atuais a sociedade é influenciada por novas tecnologias, culminando em questões éticas que jamais existiram, além de sermos há anos uma sociedade conectada. Há tempos os algoritmos se fazem presentes em nossas vidas. A todo momento, ao termos contato com uma solução tecnológica, nos perguntamos como as decisões dos aplicativos que utilizam esses algoritmos são geradas. Esses procedimentos computacionais são amplamente utilizados pelos governos mundo afora, quando o Estado, independente da esfera, é acionado para suprir necessidades da população. Assim, em muitos momentos decisões automatizadas guiadas pela IA - Inteligência Artificial serão utilizadas. Nessa abordagem, levantaremos enfoques sobre a transparência dos algoritmos e descreveremos como tal tema é abordado em outros países.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas de Barros Teixeira, Universidade de São Paulo – USP – SP – Brasil

Lucas de Barros Teixeira. Mestrando em Ciência da Computação pela EACH - USP, pós-graduado em Gestão Estratégia pela FGV - SP. Graduado em Administração de Empresas pela FASP - SP. Docente dos cursos de pós-graduação da Anhembi Morumbi - Grupo Laureate e na FAC-SP Faculdade do Comércio de São Paulo.   

Referências

Auditabilidade em IA.

Disponível em: https://isitics.com/2018/10/17/confia_inteligencia_artificial

Acesso: Out de 2020

BHARGAVA, A. et al. Entendendo Algoritmos. Editora Novatec,2017.

BUI, Nguyen, CHOI, Nguyen-Thoi, Zhou & Dou Prediction of slope failure in open-pit

mines using a novel hybrid artificial intelligence model based on decision tree and evolutionalgorithm. 2020

Carta de Algoritmo. Disponível em: https://data.govt.nz/use-data/data-ethics/government-algorithm-transparency-and-accountability/algorithm-charter/. acesso: Set de 2020.

Carta Europeia de Ética sobre o uso da IA, disponível em: https://rm.coe.int/carta-etica-traduzida-para-portuguesrevista/168093b7e0#:~:text=Reconhecendoaimport%

C3%A2nciacrescenteda,Carta%C3%89ticaEuropeiasobrea. Acesso: Ago de 2020.

Code.gov, 2020. Disponível em: https://code.gov/. Acesso: Set de 2020.

Comitê do Parlamento do Reino Unido sobre IA. Disponível

em:https://publications.parliament.uk/pa/ld201719/ldselect/ldai/100/100.pdf.

Acesso: Set de 2020

Cortiz, Diogo. Inteligência Artificial: equidade, justiça e consequências, 2020. Disponível em:https://cetic.br/pt/publicacao/ano-xii-n-1-inteligencia-artificial-equidade-justica-e-consequencias. Acesso: Jul de 2020.

Data Science Ethical Framework .Disponível em: https://www.gov.uk /government

/publications/ data-ethics-framework. Acesso: Ago de 2020.

Explicabilidade em IA. Disponível em: https://itsrio.org/pt/projetos/inteligencia-artificial-algoritmos-big-data-e-direitos. Acesso: Out de 2020.

Explicabilidade em IA. Disponível em: https://itsrio.org/pt/projetos/inteligencia-artificial-algoritmos-big-data-e-direitos. Acesso: out de 2020.

Google Scholar. Disponível em: https://scholar.google.com/. Acesso: Out de 2020.

GURUMURTHY A.,BHARTHUR, D. Democracia e a Virada algorítmica ,2018.

FIQUEM SABENDO.

Disponível em: https://fiquemsabendo.com.br/. Acesso: Out de 2020.

FREITAS, H.; Judiciário brasileiro tem ao menos 72 projetos de inteligência artificial nos tribunais. JOTA, 2020. Disponível em:https://www.jota.info/coberturas-especiais/inova-e-acao/judiciario-brasileiro-tem-ao-menos-72-projetos-de inteligencia-artificial-nos-tribunais-09072020. Acesso: Out de 2020.

Lei no 12.527/2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-

/2011/lei/l12527.htm. Acesso: Dez de 2020.

MEDEIROS, Nathália; NUNES, Dierle. Inteligência artificial – litigantes habituais e

eventuais. Consultor Jurídico, 20 nov. 2018. Disponível em: www.conjur.com.br/2018-nov-20/opiniao-tecnologia-direito-litigantes-habituais-eventuais. Acesso: Fev de 2020

O’NEIL, C.; Weapons of Math Destruction: How Big Data Increases Inequality and

Threatens Democracy, 2017.

PACITTI, T.; Paradigmas do Software Aberto: Editora Ltc, 2016.

PORTUGAL, R et al. Is There a Demand of Software Transparency? 2017.

Política Nacional de Inteligência Artificial – Chile.

Portaria no 25/2019. Disponível em: https://atos.cnj.jus.br/atos/detalhar/282.

Acesso: Ago de 2020.

ProPublica Machine Bias. Disponível em: https://www.propublica.org/article /wisconsin-court-warning-labels-needed-scores-rating-risk-future-crime.

Acesso: Ago de 2020

ProPublica Risks Scores. Disponível em: https://www.propublica.org/article/bias-in-criminal-risk-scores-is-mathematically-inevitable-researchers-say.

Acesso: Ago de 2020.

Resolução n. 331. Disponível em: https://juslaboris.tst.jus.br/handle/20.500.12178/ 176371. Acesso: Ago de 2020.

Resolução n. 332. Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/diarios /documentos

/917269827/resolucao-n-332-25-08-2020-do-cnj. Acesso: Ago de 2020.

SILVEIRA, S. A. Governos dos Algoritmos, 2016. Disponível em: http://www.

periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rppublica/article/view/6123/4492.

Acesso: Jul de 2020.

Downloads

Publicado

30/07/2021

Como Citar

DE BARROS TEIXEIRA, L. TRANSPARÊNCIA ALGORÍTMICA EM SOLUÇÕES UTILIZADAS POR GOVERNOS. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 18, n. 1, p. 12-27, 2021. DOI: 10.31510/infa.v18i1.1083. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/1083. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Tecnologia em Informática