PROCESSADORES

o impacto do grafeno

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v17i2.1013

Palavras-chave:

Grafeno, Processadores Modernos, Silício, Impacto Tecnológico

Resumo

Este artigo tem o objetivo investigar e estabelecer os benefícios que o grafeno tem para criação de novos processadores e sistemas de memória. O grafeno é uma estrutura cristalina 2D em carbono, muito resistente com aplicações na microeletrônica e no transporte de sinais. O artigo demonstra o grafeno como uma alternativa para construção de novas gerações de microprocessadores e com elevado incremento de velocidade. Por fim, é também apresentada a disponibilidade do material grafeno e as vantagens para a área de microeletrônica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARDUINOPORTUGAL. Para que servem os Transistores?. 2017. Disponível em <https://www.arduinoportugal.pt/usar-transistor-no-arduino/>. Acesso em 03 jun. 2020.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Economia do grafeno é altamente lucrativa. Disponível em: <https://www.camara.leg.br/noticias/524636-economia-do-grafeno-e-altamente-lucrativa/>. 05/10/2017. Aceso em 23 maio 2020.

CARVALHO, C.: Grafeno: conheça o material que vai revolucionar a tecnologia do futuro. Disponível em: <https://canaltech.com.br/produtos/grafeno-conheca-o-material-que-vai-revolucionar-a-tecnologia-do-futuro-25436/>. 2020. Acesso em 06 jun. 2020.

CRISTO, F.; PREUSS, E.; FRANCISCATTO, R.. Arquitetura de Computadores. 2013. Disponível em: <http://estudio01.proj.ufsm.br/cadernos/cafw/tecnico_informatica/arquitetura_computadores.pdf>. Acesso em 05 maio 2020.

ELECTRICAL. Grafeno: Propriedades e aplicações. 2019. Disponível em <https://www.electricalelibrary.com/2019/12/01/grafeno-propriedades-e-aplicacoes/>. Acesso em 03 jun. 2020.

ÉPOCA Negócios. Processador quântico do Google conseguiu calcular em minutos o que os supercomputadores levam hoje 10 mil anos. Disponível em: <https://epocanegocios.globo.com/Tecnologia/noticia/2019/09/supercomputador-do-google-atinge-supremacia-quantica.html>. Acesso em 23 maio 2020.

GIL, A. C.: Como elaborar projetos de pesquisa. 4ª ed, São Paulo, Editora Atlas S.A. 2002. Disponível em: http://www.urca.br/itec/images/pdfs/modulo%20v%20-%20como_elaborar_projeto_de_pesquisa_-_antonio_carlos_gil.pdf. Acesso em 22 abr. 2020.

LACERDA, L. M.: Grafeno, o material do futuro. Universidade Geraldo Di Biase, Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: <https://www.academia.edu/18716555/ARTIGO_GRAFENO_O_MATERIAL_DO_FUTURO>. Acesso em 05 maio 2020.

LIMER, E. Cientistas descobrem como fazer processadores ultrarrápidos de grafeno. Disponível em: <https://gizmodo.uol.com.br/processadores-grafeno/>. 2013. Acesso feito em 06 jun. 2020

MAISTECNOLOGIA. Físicos Descobrem nova propriedade do grafeno: magnetismo. 2019. Disponível em: <https://www.maistecnologia.com/fisicos-descobrem-nova-propriedade-do-grafeno-magnetismo/>. Acesso em 03 jun. 2020.

MORIMOTO, C. E. 40 anos do Intel 4004, o primeiro microprocessador comercial. 2011. Disponível em: <https://www.hardware.com.br/noticias/2011-11/40anos-i4004.html>. Acesso em 02 de jun. 2020.

MORIMOTO, C. E. Manual de hardware completo. 3ª ed. 2002. Disponível em: <https://telemedicina.unifesp.br/pub/Linux/Distribution/Kurumin/e-books/Manual_de_Hardware_Completo_3ed.pdf>. Acesso em 05 maio 2020.

MORIMOTO, C. E.: Hardware, novas tecnologias. 3ª ed. 2001. Disponível em: <https://telemedicina.unifesp.br/pub/Linux/Distribution/Kurumin/e-books/Novas_Tecnologias-3ed.pdf>. Acesso em 05 maio 2020.

MORITA, A. K. Projeto e desenvolvimento de uma arquitetura de baixo consumo de potência para microprocessadores. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: <https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2402694>. Acesso em 05 maio 2020.

SHOWMETECH. Porque o processador é o componente mais importante na computação. 2019. Disponível em: <https://www.showmetech.com.br/porque-o-processador-e-uma-peca-importante/>. Acesso em 03 jun. 2020.

SOUZA, M. L. Evolução de processadores e seu futuro. Universidade São Francisco, Itatiba, 2012. Disponível em: <http://lyceumonline.usf.edu.br/salavirtual/documentos/2343.pdf>. Acesso em 05 mai. 2020.

VIEIRA, J. E. D. Segundo. E. O.; Vilar. Grafeno: Uma revisão sobre propriedades, mecanismos de produção e potenciais aplicações em sistemas energéticos. Revista Eletrônica de Materiais e Processos, v. 11, n. 2 (2016) 54–57. Acesso em 03 de jun. 2020.

ZAPAROLILIM, D. A era dos qubits. Disponível em: <https://revistapesquisa.fapesp.br/a-era-dos-qubits/>. Edição 284, out 2019. Aceso em 23 maio 2020.

ZOLNERKEVIC, I.: Menos perda de energia. Disponível em: <https://revistapesquisa.fapesp.br/menos-perda-de-energia/>. Edição 232, jun. 2015. Acesso em 23 maio 2020.

Downloads

Publicado

18/12/2020

Como Citar

NASCIMENTO, M. L.; FILHO , J. de L. . PROCESSADORES: o impacto do grafeno. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 306-316, 2020. DOI: 10.31510/infa.v17i2.1013. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/1013. Acesso em: 1 ago. 2021.

Edição

Seção

Tecnologia em Informática