A IMPORTANCIA DA SEGURANÇA DO TRABALHO NA PRODUÇÃO INDUSTRIAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v17i2.1008

Palavras-chave:

Acidente, Colaborador, Indústria, Legislação

Resumo

Este trabalho tem como princípio informar os riscos biológicos, ergonômicos, químicos, físicos e acidentes, que ocorrem dentro das indústrias que, muitas vezes, não são demostrados ou explanado aos trabalhadores no início de cada turno, deixando-os expostos e sujeitos a danos quase irreversíveis, como: som de ruídos, vibrações, inalações de gazes, exposição a vapores, iluminação inadequada entre outros fatores. Este trabalho teve como objetivo analisar e identificar os procedimentos que devem ser utilizados para garantir a segurança aos colaboradores, buscando minimizar ou evitar possíveis acidentes que podem vir ocorrer no ambiente de trabalho, acarretando problemas futuros que interferem na vida pessoal e podem levar às doenças ocupacionais. No ambiente de trabalho, os riscos podem ser distinguidos por cores, sendo elas verde, vermelha, marrom, amarelo e azul, facilitando para identificar os perigos aos trabalhadores, informações contribuem para o entendimento do colaborador. As indústrias estão sujeitas à legislação e está protege a saúde e segurança dos colaboradores, levando um ambiente de trabalho agradável e seguro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

_______. Ministério do Trabalho e Emprego– MTE. Norma Regulamentador – NR 6:

Equipamento de Proteção Individual (EPI). Portaria GM nº 3214, de 8 de junho de 1978 e alterações até 2011. Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho – SSST, 1978.

CHAGAS, Ana Maria de Resende; SALIM, Celso Amorim; SERVO, Luciana Mendes Santos. Saúde e Segurança no trabalho no Brasil: Aspectos institucionais, sistemas de informações e indicadores. Brasília: Ipea, 2ª edição, 2012.

EMBRAPA. Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho. 2014. Disponível em: <https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/201384/1/Acordo-Coletivo-2014-2015.pdf>. Acesso em: 28 out 2020.

LINHART, D.A Desmedida do Capital. 1.edição. São Paulo, Boitempo, 2007. 248.p.

MARKETING INDUSTRIAL.Invista em segurança do trabalho na indústria e garanta que sua empresa cresça de forma saudável. 2019. Disponível em: <https://www.marketingparaindustria.com.br/tendencias-setor-industrial/seguranca-trabalho-ajuda-crescimento-industrial/>. Acesso em: 02 out 2020.

ROSEN, G. Uma História da saúde pública. São Paulo: Hucitec, 1994. 2. ed. São Paulo: Hucitec; Rio de Janeiro: Abrasco, 1994. 302-315p.

RICHTHOFEN, VON W. Labourinspection: a guidetotheprofession. Geneva: ILO, 2010. 362p.

BRASIL. Portaria MTb n° 3214, de 08 de junho de 1978 e suas atualizações. NR 4 –Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho. Brasília, 2016. Disponível em: <https://enit.trabalho.gov.br/portal/images/Arquivos_SST/SST_NR/NR 04.pdf>. Acesso em 30 set 2020.

_______. Ministério do Trabalho e Emprego– MTE. Norma Regulamentador – NR 6:

Equipamento de Proteção Individual (EPI). Portaria GM nº 3214, de 8 de junho de 1978 e alterações até 2011. Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho – SSST, 1978.

CHAGAS, Ana Maria de Resende; SALIM, Celso Amorim; SERVO, Luciana Mendes Santos. Saúde e Segurança no trabalho no Brasil: Aspectos institucionais, sistemas de informações e indicadores. Brasília: Ipea, 2ª edição, 2012.

EMBRAPA. Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho. 2014. Disponível em: <https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/201384/1/Acordo-Coletivo-2014-2015.pdf>. Acesso em: 28 out 2020.

LINHART, D.A Desmedida do Capital. 1.edição. São Paulo, Boitempo, 2007. 248.p.

MARKETING INDUSTRIAL.Invista em segurança do trabalho na indústria e garanta que sua empresa cresça de forma saudável. 2019. Disponível em: <https://www.marketingparaindustria.com.br/tendencias-setor-industrial/seguranca-trabalho-ajuda-crescimento-industrial/>. Acesso em: 02 out 2020.

ROSEN, G. Uma História da saúde pública. São Paulo: Hucitec, 1994. 2. ed. São Paulo: Hucitec; Rio de Janeiro: Abrasco, 1994. 302-315p.

RICHTHOFEN, VON W. Labourinspection: a guidetotheprofession. Geneva: ILO, 2010. 362p.

BRASIL. Portaria MTb n° 3214, de 08 de junho de 1978 e suas atualizações. NR 4 –Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho. Brasília, 2016. Disponível em: <https://enit.trabalho.gov.br/portal/images/Arquivos_SST/SST_NR/NR 04.pdf>. Acesso em 30 set 2020.

_______. Ministério do Trabalho e Emprego– MTE. Norma Regulamentador – NR 6:

Equipamento de Proteção Individual (EPI). Portaria GM nº 3214, de 8 de junho de 1978 e alterações até 2011. Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho – SSST, 1978.

CHAGAS, Ana Maria de Resende; SALIM, Celso Amorim; SERVO, Luciana Mendes Santos. Saúde e Segurança no trabalho no Brasil: Aspectos institucionais, sistemas de informações e indicadores. Brasília: Ipea, 2ª edição, 2012.

EMBRAPA. Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho. 2014. Disponível em: <https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/201384/1/Acordo-Coletivo-2014-2015.pdf>. Acesso em: 28 out 2020.

LINHART, D.A Desmedida do Capital. 1.edição. São Paulo, Boitempo, 2007. 248.p.

MARKETING INDUSTRIAL.Invista em segurança do trabalho na indústria e garanta que sua empresa cresça de forma saudável. 2019. Disponível em: <https://www.marketingparaindustria.com.br/tendencias-setor-industrial/seguranca-trabalho-ajuda-crescimento-industrial/>. Acesso em: 02 out 2020.

ROSEN, G. Uma História da saúde pública. São Paulo: Hucitec, 1994. 2. ed. São Paulo: Hucitec; Rio de Janeiro: Abrasco, 1994. 302-315p.

RICHTHOFEN, VON W. Labourinspection: a guidetotheprofession. Geneva: ILO, 2010

Downloads

Publicado

18/12/2020

Como Citar

SOUSA, A. do R. F. de; RODOLPHO, D. A IMPORTANCIA DA SEGURANÇA DO TRABALHO NA PRODUÇÃO INDUSTRIAL. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 817-824, 2020. DOI: 10.31510/infa.v17i2.1008. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/1008. Acesso em: 16 abr. 2021.

Edição

Seção

Tecnologia em Produção Industrial