UM ESTUDO QUANTITATIVO ENTRE MÉTODOS DE AMOSTRAGEM EM UMA LINHA DE PRODUÇÃO FARMACÊUTICA, PARA IDENTIFICAÇÃO DO MELHOR MÉTODO DE AMOSTRAGEM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31510/infa.v17i2.1002

Palavras-chave:

Amostragem, Erro amostral, Tamanho da amostra, Métodos estatísticos, Capabilidade

Resumo

Para encontrar a melhor forma de realizar uma amostragem no setor produtivo é uma das maiores dificuldades encontradas pelas empresas. Para o departamento de qualidade, é de extrema importância medir serviços e produtos para garantir que estejam dentro das especificações de seus clientes. Além de ser um método estatístico para diminuir os erros nas inspeções deve ser um método que atenda as normatizações exigidas. Uma boa e adequada seleção de amostragem, pode apresentar de forma clara uma melhoria na auditoria da qualidade do produto e processo, maximizando assim a probabilidade de acerto e ofertando ao mercado produtos com alto nível de qualidade. Dentro de uma metodologia de amostragem, foi utilizado métodos que atendam as normas NBR 5427 – Guia para utilização da norma e a NBR 5426 – Planos de amostragem e procedimentos na inspeção por atributos. O presente trabalho irá avaliar, os diferentes tipos de amostragem dentro do setor produtivo e pontuar as diferenças entre os resultados estatísticos das mesmas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, M.R.; CAMPOS, M.C.; NETO, A.L.P.; SILVEIRA, R.R.; Controle Estatístico da Qualidade: Planejamento de Amostragem para Diminuição de Erros de Inspeção. Engenharia de Produção. Salvador; out. 2013. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2013_TN_STO_178_015_22923.pdf. Acesso em: 13 set. 2020.

CORREA, S.M.B.B. Probabilidade e estatística. 2ª ed. Belo Horizonte: PUC Minas Virtual, 2003.

FONSECA, J.S; MARTINS, G.A. Curso de Estatística. 6ª ed. São Paulo: Atlas, 2011.

GUIMARÃES, P. R. B. Métodos Quantitativos Estatísticos. 1ª ed. Curitiba: IESDE Brasil S.A., 2008.

LAUGENI. F. P.; MARTINS, P. G. Administração da Produção. São Paulo: Saraiva, 5ª Ed., 2005.

MONTGOMERY, D. C. Introdução ao controle estatístico da qualidade. Rio de Janeiro, 4ª ed., 2004.

MOREIRA, J. C. et al. Dicionário de termos de marketing. São Paulo: Atlas, 1999.

NBR 5426, Janeiro de 1985. Planos de amostragem e procedimentos na inspeção por atributos.

NBR 5427, Janeiro de 1985. Guia para utilização da norma NBR 5426 - Planos de amostragem e procedimentos na inspeção por atributos.

NEVES, J.F. et al.Controle Estatístico de Processos. 1ª ed. Rio de Janeiro: Dzetta, 2009.

OLIVEIRA, J. B. et al. Análise da Capabilidade de um Processo: Um estudo de caso baseado nos indicadores CP e Cpk. Engenharia de Produção. Belo Horizonte: Enegep, 2011.

PALADINI, E. P. Avaliação Estratégica Da Qualidade. 1ª Edição, São Paulo: Atlas, 2ªTiragem, 2002.

RESOLUÇÃO n°301, de 21 de Agosto de 2019. Dispõe sobre as Diretrizes Gerais de Boas Práticas de Fabricação de Medicamentos.

SLACK, N. Administração de Produção. São Paulo: Atlas, 2002.

Downloads

Publicado

18/12/2020

Como Citar

BASILIO, T. G.; ANTONIO, F. UM ESTUDO QUANTITATIVO ENTRE MÉTODOS DE AMOSTRAGEM EM UMA LINHA DE PRODUÇÃO FARMACÊUTICA, PARA IDENTIFICAÇÃO DO MELHOR MÉTODO DE AMOSTRAGEM. Revista Interface Tecnológica, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 780-792, 2020. DOI: 10.31510/infa.v17i2.1002. Disponível em: https://revista.fatectq.edu.br/index.php/interfacetecnologica/article/view/1002. Acesso em: 16 abr. 2021.

Edição

Seção

Tecnologia em Produção Industrial